Ceará & Rock

Anthrax fez abertura de luxo para show histórico do Iron Maiden

Foto:Anderson de Deus/Arte Produções

Foto:Anderson de Deus/Arte Produções

Só foi preciso o Anthrax subir no palco e executar os primeiros acordes para a multidão se dar conta do que viria na histórica noite de 24 de março de 2016, no Castelão. O show do Iron Maiden que começou com a abertura morna e mecânica do The Raven Age, banda liderada por George Harris, guitarrista e filho de Steve Harris, logo deu lugar ao som frenético de uma das lendas do thrash metal.

Ver Joey Belladonna soltando tanta energia em “Caught in a Mosh” na abertura do show foi um excelente aperitivo para o restante da apresentação da banda e para o show principal da noite. A apresentação do The Raven Age, aliás, beirou o descartável, enquanto o Anthrax mostrou porque, com exceção desta turnê, tem cacife para ser atração principal em qualquer lugar do mundo.

A parte ruim foi a curta duração do espetáculo, algo em torno de um hora. Mas o quinteto fez cada minuto valer a pena e preparou bem o terreno para a entrada triunfal do Iron Maiden.

O Anthrax mostrou no Castelão que o tempo vem fazendo bem a banda. O guitarrista Jon Donais deu mais vitalidade e técnica ao som do quinteto e de quebra, mostrou ser um excelente parceiro para Scott Ian. Pelo menos no palco, a sensação é de que todos os problemas extra-palco que a banda enfrentou anos atrás, com trabalhos desastrosos e trocas de integrantes são coisas definitivamente do passado.

Um dos pontos altos do show- não foram poucos- foi a execução endiabrada de Medusa, um dos clássicos da banda. Quem não era fã da banda e estava lá apenas pelo Iron Maiden certamente se sentiu mais propenso a colocar músicas dos nova-iorquinos para tocar no seu celular.

Veja o setlist do show memorável:

 1.Caught in a Mosh

2.Got the Time (Joe Jackson cover)

3.Antisocial (Trust cover)

4.Fight ‘Em ‘Til You Can’t

5.Evil Twin

6.Medusa

7.Breathing Lightning

8.Indians

Recomendado para você