Ceará & Rock

Luto: Rock brasileiro perde Kid Vinil aos 62 anos de idade

O rock brasileiro perdeu na tarde desta sexta-feira, 19, um de seus maiores mais carismáticos expoentes. Antonio Carlos Senefonte, 62 anos, conhecido como Kid Vinil faleceu após ficar internado por mais de um mês em coma induzido num hospital de São Paulo. A causa da morte foi um edema resultado das complicações do quadro de saúde do artista.

Kid Vinil estava internado desde o dia 15 de abril passado, quando sofreu uma parada cardiorrespiratória após um show na cidade de Conselheiro Lafaiete (MG). Fãs se mobilizaram para viabilizar a transferência do cantor para a capital paulista, onde esteve internado desde então.

Ainda nesta sexta-feira, a página oficial do cantor no Facebook compartilhou postagem feita no perfil pessoal de Kid, pedindo aos fãs que rezassem pela recuperação do artista, instantes antes do seu falecimento.

Kid Vinil, à frente da banda Magazine, redefiniu o conceito de rock feito no Brasil deixando-o com uma roupagem mais próxima da linguagem popular, apostando no bom humor, mas sem abrir mão da qualidade. O sucesso veio com alguns hits como “Tic tic nervoso” e “Sou boy”. São músicas com melodias viciantes e letras bem humoradas falando do cotidiano.

Mesmo antes de estourar com a banda Magazine, Kid Vinil já era reconhecido como um ícone na cena musical paulistana, à frente da banda punk/rockabilly Verminose. Ele também se aventurou na comunicação, atuando com sucesso como apresentador em programas de rádio e TV. Ele deixa ainda uma invejável coleção de Cd’s e vinis, estimados em torno de 20 mil exemplares.

Artistas como João Gordo, apresentador de TV e líder da lendária banda punk Ratos de Porão lamentaram a morte de Kid Vinil.

Recomendado para você