Cinema às 8

“A Última Ressaca do Ano” nem precisa de bebida para ser esquecido

916 1

Escrever sobre “A Última Ressaca do Ano” deveria ser, em tese, uma tarefa fácil. Como tantos outros longas do gênero “fim de ano e com muitos atores conhecidos”, o filme é uma comédia despretensiosa, mas que por não buscar inovar em quesito algum, logo cai no esquecimento completo. Logo, faltam temas para serem comentados.

Encabeçando o elenco de rostos familiares, estão T.J Miller (da comédia Sillicon Valley) e Jennifer Aniston (nossa eterna Rachel Green, de Friends), aqui interpretando os irmãos Carol e Clay, herdeiros de uma empresa gigante da tecnologia. Determinada a fechar a filial chefiada pelo irmão, Carol proíbe que os funcionários realizem a tradicional e cara festa de natal. Contudo, os parceiros de Clay, Josh (Jason Bateman, repetindo uma parceria de cerca de 30 filmes ao lado de Aniston) e Tracey (Olivia Munn, a psylocke de “X-men: Apocalipse”) irão ajudá-lo a salvar a filiar e dar uma festa inesquecível para os funcionários.  

A partir do início da festa, se acompanha o desenrolar de inúmeros acontecimentos trágicos com os personagens. Mas nada que fuja o já habitual de filmes semelhantes. Os personagens refletem estereótipos, como o nerd que deseja ficar com uma mulher atraente, mas que depois se apaixona por alguém que estava diante de si, ou a funcionária sexualmente explícita. Faltou, por parte do roteiro de Laura Solon, Justin Maler e Dan Mazer, trazer alguma abordagem diferenciada, ou mesmo situações menos óbvias.

Incapaz de causar mais que risos tímidos, “A Última Ressaca do Ano” é um filme que já nasce cansado e sem ambição de sair do lugar comum. As tramas paralelas, ainda que possuam certa diferenciação, acabam por cair no mesmo ciclo de mesmice do restante da história. Até mesmo Courtney B. Vance, cuja performance em “The People Vs O.J Simpson: American Crime Story” foi uma das mais elogiadas de 2016, não consegue salvar as cenas em que está inserido. Contudo, ver o sério ator em um papel de comédia foi uma boa mudança de ares.

Sem inovar, “A Última Ressaca do Ano” pode ser bem sucedido em sua proposta de ser um entretenimento leve, mas o longa não ousa ir além disso. Com seus protagonistas sem carisma e histórias batidas, o filme deve entrar para o hall de filmes que existem, mas nunca são lembrados por ninguém.

Cotação: nota 3/8

Ficha Técnica:
“A Última Ressaca do Ano” (EUA, 2016). de Josh Gordon e Will Speck. Comédia. 105 minutos. 16 anos. Com T.J Miller, Jennifer Aniston e Jason Bateman.

Recomendado para você