Clube da Luta

UFC – Um programa de casal?

O UFC se tornou um fenômeno de audiência. Quando tem luta da franquia, ainda mais com brasileiro no card, é fácil ouvir conversas entre amigos sobre o evento. Os casais também estão entrando na onda do MMA e cada vez mais percebemos essa galera curtindo as batalhas juntinhos.

Acompanhei o UFC 155 no Butiquim Bar (R. Frederico Borges, 27). Era todo mundo ligado nas lutas e ouvindo o som da banda que tocava ao fundo. Os casais conversavam e conferiam os golpes eletrizantes dos lutadores.

Fui bater um papo com alguns para saber se assistir lutas de MMA está se tornando um programa de casal.

Os casais Bruno e Leane, e, Marden e Daniela chegaram cedo para conferir todo o card do UFC 155. Bruno e Marden estavam animados com a luta principal e apostaram as fichas no brasileiro Júnior Cigano. “Aposto no nocaute de Cigano no 2º round”, disse Bruno e o amigo Marden concordou.

Casais Marden e Daniela, e, Bruno e Leane

As garotas Leane e Daniela pareciam animadas também. Perguntei se elas gostavam do MMA e quase sem me deixar completar a pergunta, Leane respondeu entusiasmada: “Nós gostamos”.

Conversei com outra dupla de casal que veio assistir os duelos do UFC 155. Fred e Ana Lídia, e, Victor e Taina. O brasileiro Júnior Cigano estava em alta com os apaixonados e ganhou mais 4 apostas em sua vitória.

“Já faz seis meses que venho acompanhando e sempre que tem luta de brasileiro quero assistir”, contou Fred. A namorada, Ana Lídia revelou que gosta de acompanhar as lutas, mas também gostava das “pizzas”, partindo um pedaço e abrindo um sorriso.

Fred e Ana Lídia, e, Victor e Taina

Infelizmente Júnior Cigano perdeu esse combate, mas o que não faltou foi alegria desses casais.

E você leva o seu parceiro para assistir eventos de UFC?

Recomendado para você