Clube da Luta

Melhor da coletiva pós-UFC 159; Roy Nelson deve enfrentar Daniel Cormier; Anderson Silva quer superluta

575 3
Daniel Cormier, Anderson Silva e Roy Nelson

Daniel Cormier, Anderson Silva e Roy Nelson

Sempre que uma edição do UFC acaba as atenções ficam todas voltadas para a coletiva de imprensa pós-evento. É nela que Dana White costuma anunciar duelos.

A coletiva pós-UFC 159 já reservou um possível duelo entre os pesos pesados Roy Nelson e Daniel Cormier. Teve também aquele momento alfinetada, como sempre do falastrão Chael Sonnen. O assunto Jon Jones x Anderson Silva foi outro a ser mais uma vez comentado.

O melhor da coletiva foi mesmo o possível confronto entre os pesados. Roy Nelson está indo muito bem na categoria, já são três vitórias seguidas por nocaute. Dana White quer dar essa chance para Nelson para que ele mostre ser capaz de disputar o cinturão. Para isso, ele terá que enfrentar os tops dos pesos pesados. Primeiro, White falou que Roy poderia pegar Mark Hunt, se o neozanlandês vencesse Júnior Cigano. Mas, logo depois foi questionado se Daniel Cormier e Nelson não poderiam se enfrentar.

Quando o nome do americano foi colocado em pauta, Cormier usou o Twitter para pedir a luta contra Roy Nelson. Dana White já concordou com o pedido, mas ainda não oficializou, porém deve fechar o confronto em breve.

Se for marcado o confronto entre Roy Nelson e Daniel Cormier vai movimentar ainda mais a categoria dos pesos pesados. O ‘gordinho’ está em ascensão e tem tudo para deixar mais um adversário pelo caminho.

O outro ponto forte da coletiva foi sobre a possível superluta entre Anderson Silva e Jon Jones. Tudo começou quando Chael Sonnen provocou os dois lutadores os chamando de covardes, por ainda não terem marcado o combate entre eles.

“Essa é a única maneira que sei lutar [pedindo por grandes adversários]. Jones e Anderson deveriam telefonar nesse momento para Dana White e implorar para fazerem um combate entre eles. Para mim, eles são dois covardes. Nesse mundo da luta, se você não quer entrar no octógono, então não levante a mão”, disse o falastrão.

Dana White interrompeu Chael dizendo que ele estava equivocado. Segundo o chefão, Anderson já teria ligado para ele e pedido uma superluta, mas deixou a dúvida no ar se o adversário seria Jones ou St. Pierre.

“Não importa por quem Anderson pediu. O que posso dizer é que ele me telefonou e trabalharei para que ela aconteça logo. No entanto, ele não deveria estar pensando em uma supeluta agora. Ele vai enfrentar o Chris Weidman e é nisso que ele deveria estar focado” contou Dana.

Ainda teve tempo de Sonnen dar uma alfinetada em Wanderlei Silva, ao dizer que não quer continuar lutando para enfrentar atletas como o brasileiro. O americano estava muito frustrado com mais uma derrota e ainda não sabe que rumo vai tomar. Segundo ele, sua situação está difícil, pois já lutou com dois campeões e perdeu. “Nem tenho muito o que falar agora, essa situação é terrível. Eu perdi para dois grandes caras. Poderia lutar agora com Wanderlei [Silva]? Não quero isso para mim. Fui batido duas vezes e é muito frustrante.”, disse Sonnen.

Quem sabe esse pode ser mais um duelo para o UFC, mesmo Sonnen dizendo que não quer.

Recomendado para você