Clube da Luta

Médico diz que Jon Jones estará liberado para lutar em menos de dois meses

608 1
Foto: Divulgação / UFC

Foto: Divulgação / UFC

O campeão dos meio pesados, Jon Jones, acabou por quebrar o dedo do pé esquerdo durante a sua última defesa de cinturão, contra Chael Sonnen, no UFC 159. O lutador estava suspenso por tempo indeterminado do octógono mas, nesta quinta-feira (2), recebeu uma boa notícia: poderá voltar ao octógono antes do esperado.

Segundo o médico que lhe atendeu, Robert Klapper, chefe de ortopedia do Cedars-Sinai Hospital,  o campeão sofreu uma fratura no membro, mas apenas deslocou o dedo do pé e, por isso, será liberado para lutar em dois meses.

“A reabilitação consiste em colocar o dedo no lugar e realinhá-lo, uma vez que não houve fratura, mas sim um deslocamento. Em seis semanas a lesão estará curada e, a partir desse momento, inicia-se a fisioterapia para recuperar a amplitude de movimentos e o reforço da musculatura ao redor do local. Ele estará apto a lutar em, no máximo, oito semanas”, revelou o médico, em entrevista ao programa “UFC Tonight”.

Como o americano terá uma recuperação rápida, o brasileiro Lyoto Machida, desafiante número 1 ao título dos meio pesados, deve aguardar que Jones fique 100% para enfrentá-lo. O brasileiro cogitava aceitar o desafio proposto pelo sueco Alexander Gustafsson, caso o tempo de retorno de Jones ao octógono fosse muito grande. A intenção de Lyoto é não ficar muito tempo sem lutar.

Recomendado para você