Clube da Luta

Leandro Naja ganha chance de disputar o cinturão do Sobral Extreme Fighter

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Mudança de última hora na luta principal do Sobral Extreme Fighter. O sul-mato-grossense Bruno Tsunami não vai mais lutar no evento. O atleta da HP Training Center sofreu uma lesão no pé durante um treino e foi obrigado a deixar o card.

Em vídeo postado em de suas redes sociais, Bruno explicou o incidente e confirmou que não lutará em Sobral. “Vim me desculpar de vocês. No treino acabei machucando meu pé, quebrei um dedo e não vou poder lutar. Serão 30 dias de molho. Desculpa galera de Sobral, desculpa todo mundo aí. Não vai rolar o cinturão, mas fica para a próxima”, postou o lutador, que mostrou ainda o pé direito engessado.

Para o lugar de Tsunami, a organização fechou com Leandro Naja, que vai enfrentar Diego Espartano pelo cinturão na categoria peso-leve (até 70kg).

Leandro Naja aplicando triângulo para finalizar Lucca França em sua última luta. Foto: Ronnald Casemiro/O POVO

Leandro Naja aplicando triângulo para finalizar Lucca França em sua última luta. Foto: Ronnald Casemiro/O POVO

Com 25 anos, Naja é atleta da Dragon Fight Nova União, de Fortaleza, e tem um cartel de 28 lutas, sendo 20 vitórias, 7 derrotas e 1 empate. Ele vem de vitória, por finalização, sobre Lucca Franca, no OX Revolution, em abril desse ano, em Fortaleza.

Já o Diego Espartano vai em busca de manter sua invencibilidade no MMA. O atleta de Crateús tem um cartel de seis lutas e seis vitórias na carreira.