Clube da Luta

Rony Jason faz luta empolgante contra Robbie Peralta, mas é derrotado em decisão dividida dos juízes

876
Robbie Peralta tenta acertar Rony Jason | Foto: UFC/Divulgação

Robbie Peralta tenta acertar Rony Jason | Foto: UFC/Divulgação

O cearense Rony Jason amargou a sua segunda derrota no UFC. O quixadaense enfrentou Robbie Peralta no TUF Brasil 3 Final, em São Paulo, na noite deste sábado, 31. Com momentos de trocação franca, o brasileiro e o norte-americano fizeram um combate bastante equilibrado e empolgante. No fim, os juízes deram vitória por decisão dividida para Peralta.

No primeiro round, quem teve a iniciativa foi Robbie Peralta ao tentar acertar Jason com uma sequencia de socos. O cearense conseguiu aplicar cotovelada giratória, mas o norte-americano mostrou resistência. No fim do assalto, os dois atletas partiram para a trocação franca e Peralta balançou.

Os lutadores voltaram com mais disposição e fizeram um segundo round equilibrado. Rony ganhou o apoio da torcida que gritava seu nome. Um grupo mais tímido também emplacou: “é Quixadá, é Quixadá, é Quixadá”.

Jason ia para o ataque e Peralta respondia com sequencia de socos. Uma das tentativas de Peralta chegou a desequilibrar o cearense, que conseguiu se manter de pé. No fim da segunda etapa, os atletas foram para mais uma trocação franca levando o público ao delírio.

No terceiro round, Jason e Peralta diminuíram o ritmo e fizeram um combate mais parado do que os outros. No fim da etapa, Rony investiu na queda e derrubou Robbie. Porém, o cearense não conseguiu manter o adversário no solo.

Após três rounds equilibrados, os juízes deram a vitória por decisão dividida para Robbie Peralta. Mesmo com o resultado negativo, Jason ganhou o apoio da torcida que gritou novamente seu nome.

Outros resultados
A primeira luta do card do TUF Brasil 3 Final levantou o público presente no Ginásio do Ibirapuera. Lutando em casa, o paulista Pedro Munhoz não deu nenhuma chance para o estreante Matt Hobar. O peso-galo brasileiro fez um combate empolgante e nocauteou o adversário.

“Venho morando nos Estados Unidos há quarto anos e lutar na cidade onde nasci e cresci foi uma honra. A luta foi fantástica, nocaute no primeiro round e, na disputa entre Brasil e Estados Unidos, 1 a 0 para o Brasil”, disse Munhoz após o duelo.

Marcos ‘Pezão’ foi outro que empolgou dentro do cage. O integrante do “Time Sonnen” no TUF Brasil 3 enfrentou o companheiro de equipe na casa Rick ‘Monstro’. o atleta liquidou o combate no primeiro round após acertar um cruzado que fez Rick desabar.

“Foi uma luta difícil de fazer, o Rick foi um dos meus maiores amigos na casa, mas trabalho é trabalho. Fiquei triste por ele não ter conseguido mostrar o seu trabalho, mas estou muito feliz com a minha vitória”, comentou Pezão após a vitória.

O segundo confronto entre integrantes do reality show do Ultimate, no card do TUF Brasil 3 Final, ocorreu entre Ricardo Demente e Wagnão Gomes. O faixa-preta de jiu-jitsu finalizou Wagnão no segundo round.

O baiano Kevin Souza fez a quarta luta da noite e venceu Mark Eddiva por nocaute técnico. O brasileiro Paulo Thiago foi derrotado pelo russo Gasan Umalatov por decisão unânime.

Elias “Xuxu” Silvério enfrentou Ernest Chavez em um combate bastante disputado. Porém, o paulista conseguiu impor seu jogo e conseguiu vencer, pela primeira vez na carreira, por finalização.

Rashid Magomedov foi outro russo que se deu bem diante de um brasileiro. Ele venceu Rodrigo Damm por decisão unânime.

O paulista Demian Maia mediu forças com o russo Alexander Yakovlev. Com o apoio da torcida, o brasileiro quase nocauteia o adversário no primeiro round. Durante os três rounds, Demian foi superior e venceu por decisão unânime.

Resultados do TUF Brasil 3 Final
Peso-pesado: Stipe Miocic venceu Fábio Maldonado por nocaute
Peso-pesado: Antônio Cara de Sapato venceu Vitor Miranda por decisão unânime
Peso-médio: Warlley Alves venceu Márcio Lyoto por finalização no terceiro round
Peso-meio-médio: Demian Maia venceu Alexander Yakovlev por decisão unânime
Peso-leve: Rashid Magomedov venceu Rodrigo Damm por decisão unânime
Peso-leve: Elias Silvério venceu Ernest Chavez por finalização (mata-leão) aos 4m21s do terceiro round
Peso-meio-médio: Gasan Umalatov venceu Paulo Thiago por decisão unânime
Peso-pena: Kevin Souza venceu Mark Eddiva por nocaute técnico aos 4m52s do segundo round
Peso-médio: Ricardo Demente venceu Wagnão Gomes por finalização (mata-leão) a 1m06s do segundo round
Peso-pesado: Marcos Rogério Pezão venceu Rick Monstro por nocaute técnico aos 20s do primeiro round
Peso-galo: Pedro Munhoz venceu Matt Hobar por nocaute técnico aos 2m47s do primeiro round

Recomendado para você