Clube da Luta

Palpite do MMA – UFC Rio 5: Gilbert Durinho x Christos Giagos

Durinho x Giagos | Foto: divulgação

Durinho x Giagos | Foto: divulgação

Vamos para a segunda análise das lutas do UFC Rio 5: Aldo x Mendes. Depois de abordar o duelo de abertura do evento, entre Fabrício Camões e Tony Martin, vamos falar sobre a revelação brasileira e pupilo de Vitor Belfort, Gilbert “Durinho” Burns, e o americano Christos Giagos.

Sem enrolar, Durinho é muito mais completo do que o gringo. Afiadíssimo no chão, preparado fisicamente e perigoso em pé, o carioca de Niterói tem tudo para terminar o duelo antes do “apito” final. São três rounds para Gilbert soltar suas armas ofensivas.

+ VÍDEO: no clima para a revanche no UFC 179, Chad Mendes descreve José Aldo como “inimigo”

Faixa-preta de jiu-jítsu, o atleta da Blackzilians se tornou o treinador de Vitor Belfort na arte suave e, posteriormente, ao ingressar no MMA, em 2012, também virou pupilo. Considerado uma revelação do Brasil no esporte, Durinho carrega um cartel invicto de oito vitórias, a última delas conquistada na estreia no UFC, contra Andreas Stahl, no peso-meio-médio (até 77 kg).

+ VÍDEO: José Aldo provoca equipe de Chad Mendes: “Team Alpha Male é freguês”

Durinho é um atleta do peso-leve, mas já teve alguns problemas com a balança para atingir o limite de 70 kg da categoria. Por isso, preferiu estrear contra Andreas na divisão de cima. Acredito que o brasileiro não vá decepcionar com a perda de peso dessa vez, assim como não terá problemas no desempenho.

Giagos tem um bom jogo em pé e já nocauteou seis adversários. O melhor caminho para o americano é desenvolver a luta na trocação, mantendo a distância para não ser acertado pela patada mortal do carioca. Aposto que Christos vai ter muitas dificuldades de segurar o duelo em pé, pois Durinho possui ótimo wrestling e jiu-jítsu afiado. A situação fica mais complicada, visto que o lutador da Califórnia não tem uma boa defesa de queda.

Outro ponto contra Giagos é a inexperiência no UFC. O americano terá que lidar com o nervosismo da estreia na maior organização do mundo. Ele conseguiu o passaporte para lutar na franquia, após conquistar o cinturão do RFA (evento de MMA dos Estados Unidos).

Previsão: o pupilo de Belfort vai trocar um pouco, experimentar a luta e derrubar. No chão, Durinho exibirá seu arsenal de ataques.

Palpite: vitória de Durinho por finalização no segundo round

Recomendado para você