Clube da Luta

VÍDEO: em entrevista ao Clube da Luta, Johnny Eduardo fala do desejo de enfrentar Urijah Faber

Johhny Eduardo, durante a entrevista ao blog Clube da Luta. Foto: Reprodução

Johhny Eduardo, durante a entrevista ao blog Clube da Luta. Foto: Reprodução

Vivendo uma nova fase na carreira, onde se sente mais maduro, focado e com o jogo ainda mais afiado, Johnny Eduardo está pronto para alçar voos maiores dentro do UFC. Após um retorno triunfal ao mundo das lutas, conquistando um super nocaute sobre o americano Eddie Wineland (que lhe rendeu o prêmio de Performance da Noite), em maio desse ano, o atleta carioca já tem um novo alvo na mira: Urijah Faber, estrela da categoria peso-galo do Ultimate.

Entre os motivos que o levaram a pedir a luta contra-americano, está o fato de Faber ter feito duras críticas e provocações a Renan Barão (companheiro de equipe de Johnny, na academia Nova União), que ficou impossibilitado de fazer a revanche contra TJ Dillashaw, por um problema na perda de peso, sofrido na véspera do combate.

“Eu quero lutar com ele porque é um cara renomado, é um cara que tem um reconhecimento, que tem mais nome que o próprio campeão (TJ Dillashaw). Pra mim isso é muito válido. Eu quero pegar o peixe grande. É um cara que falou muito do Barão, porque não conseguiu bater o peso. Somos seres humanos e isso, ás vezes, isso acontece. E eles começaram uma guerra pessoal da minha equipe (a Nova União). Isso só me deu mais motivo para enfrentá-lo”, declarou Johnny, em entrevista ao blog Clube da Luta, durante sua passagem por Fortaleza.

Em sua última luta, Eduardo aplicou um nocaute arrasador em Eddie Wineland. Foto: UFC/Divulgação

Em sua última luta, Eduardo aplicou um nocaute arrasador em Eddie Wineland. Foto: UFC/Divulgação

No último fim de semana, ele ministrou um seminário de muay thai na academia BLEC. Em fase final de recuperação de uma lesão, e já de volta aos treinos, ele acredita que estará apto para a luta em fevereiro ou março. No bate-papo, ele falou ainda da carreira, repercutiu sua última vitória e enalteceu o muay thai cearense. “O nível da galera aqui é altíssimo. O que falta é mais reconhecimento”, analisou.

Confira a entrevista:
[youtube]http://youtu.be/2zuWVKgwGGg[/youtube]