Clube da Luta

Após vencer Stephens, Charles do Bronx entra no top 10

Charles venceu Stephens por pontos | Foto: UFC/Divulgação

Charles venceu Stephens por pontos | Foto: UFC/Divulgação

Charles do Bronx fez bonito em seu último compromisso no octógono. Na noite da última sexta-feira, dia 12 de dezembro, em Las Vegas, Estados Unidos, ele venceu o norte-americano Jeremy Stephens por decisão unânime dos juízes laterais na co-luta principal do TUF 20 Finale. O novo triunfo, o terceiro em sequência, garantiu ao brasileiro seu nome no concorrido Top 10 da categoria peso-pena (até 66,1kg) do UFC, meta antiga do lutador nascido e criado no Guarujá, litoral de São Paulo.

A boa vitória sobre um experiente adversário serviu para devolver a alegria ao lutador paulista. Antes disso, ele estava escalado para enfrentar Nik Lentz em setembro, porém, por problema no processo de corte de peso, o combate acabou cancelado no dia em que seria realizado. Agora, Charles, dono de um cartel com 19 vitórias e apenas quatro derrotas, além de um No Contest – luta sem resultado, planeja o ano de 2015 com ainda mais sucesso.

+ VÍDEO: Charles do Bronx vence Jeremy Stephens e diz que merece ser TOP 10 do peso-pena do UFC

“Estou feliz demais, fechei o ano com três vitórias. Entrar no Top 10 serviu para coroar um ano muito bom para mim. Só tenho a agradecer a todos que estiveram ao meu lado. Vou me concentrar, trabalhar ainda mais duro para ter o próximo ano ainda melhor”, avisa o atleta, que além de Stephens, bateu Andy Ogle e Hatsu Hioki em 2014.

No ranking do UFC, Charles do Bronx agora ocupa exatamente a posição que era de Stephens, a 10ª entre os penas. A vitória lhe rendeu quatro posições na lista. Para seguir escalando a lista dos melhores da categoria, o representante da Bronx Gold Team quer rapidamente novo desafio, desta vez, em solo brasileiro.

+ Do Bronx quer explorar preparo físico de Stephens e cravar 3ª vitória seguida no UFC: ‘cansa rápido’

“Para 2015, pedi muito ao UFC para lutar no Brasil, perto da minha casa. Não importa contra quem, mas quero os melhores da categoria. Quero embalar ainda mais e chegar ao cinturão. Estou entre os 10 melhores e agora é sonhar mais alto. Quero ser campeão do mundo”, brada Charles, que só lutou uma vez no Brasil pelo UFC, em fevereiro deste ano, quando finalizou Andy Ogle, em Jaraguá do Sul.

Evolução na parte em pé anima

Além do campeão José Aldo, Charles do Bronx é o único brasileiro presente no Top 15 da categoria peso-pena do UFC. Com 12 embates pela organização, o atleta de 25 anos segue evoluindo em seu estilo de luta. Conhecido por seu jiu-jitsu de excelência, ele segue em franca ascensão na luta em pé. “Minha trocação está melhorando, estou ainda melhor no chão também. Só estou evoluindo. O ano de 2015 promete ser muito bom para mim. Vou respeitar todo mundo, mas vou andar para frente o tempo inteiro e chegar ao topo”, garante.

Para permanecer de vez entre os melhores da categoria, Charles sabe que precisa corrigir seu processo de perde de peso para os combates. Contra Stephens, ele não alcançou o limite da categoria e foi multado em 20% no valor de sua bolsa. “Quero pedir desculpa a todos os meus fãs e para o UFC pelo o que aconteceu na pesagem. Não sei o que houve. Garanto que vou melhorar nisso, porque é antidesportivo. Fiquei triste pelo Jeremy, que treinou igual e bateu o peso, e eu não. Isso não vai mais acontecer”, assegura.

*Via assessoria de imprensa/Garra Comunicação

Recomendado para você