Clube da Luta

Calendário do UFC: cards de janeiro prometem

Anderson Silva, Conor McGregor, Alexander Gustafsson e Jon Jones lutam em janeiro  | Foto: Divulgação/Editoria de Arte

Anderson Silva, Conor McGregor, Alexander Gustafsson e Jon Jones lutam em janeiro | Foto: Divulgação

Estamos próximo do último evento do UFC em 2014. A edição em Barueri, neste sábado, 20, encerra as atividades da organização. O ano não foi do melhores para o Ultimate, com eventos cancelados, campeões lesionados, entre outros tantos que sofreram com as contusões, e o aumento de cards esvaziados.

Dito isso, a franquia do chefão Dana White já pensa em fazer um 2015 memorável. Começou com a realização de um mega evento para anunciar o calendário de lutas do próximo ano, em Las Vegas, onde trouxe as principais estrelas da organização envolvidas em combates no primeiro semestre.

Para iniciar 2015 com tudo, o UFC organizou quatro cards para janeiro. Se tudo correr bem, sem contratempos, o Ultimate vai proporcionar verdadeiros shows no primeiro mês do ano. Por falar em “festa”, a procura por expandir a marca pela América Latina, Ásia e Europa, resultou em cards esvaziados e em duelos mornos no ano de 2014. Apesar da previsão de bom início na próxima temporada, o erro de expansão sem planejamento deve se repetir.

No dia 3 de janeiro, vamos ter, finalmente, o combate mais “apimentado” do momento, entre Jon Jones e Daniel Cormier, em Las Vegas (EUA), no UFC 182. Toda a rivalidade criada, principalmente, pelo episódio da encarada em um evento promocional da marca, que culminou em uma briga generalizada, vai se encerrar dentro do cage. Além deles, o UFC preparou duelos interessantes como os leves Donald Cerrone e Myles Jury e os meio-médios Hector Lombard e Josh Burkman.

Lembram?

+ Finalizando o camp – UFC on Fox 13: Cigano x Miocic

O "cara" do momento, Conor McGregor | Foto: UFC/Divulgação

O “cara” do momento, Conor McGregor | Foto: UFC/Divulgação

No dia 18 de janeiro, o falastrão mais falado do momento, Conor McGregor, desembarca em Boston (EUA) para ficar frente a frente com Dennis Siver. Vencendo, o irlandês pode garantir uma vaga na disputa do cinturão de José Aldo – talvez – em um estádio de futebol. No co-main event, o ex-campeão leve do Ultimate, Ben Henderson, enfrenta o ex-detentor do título do Bellator, Eddie Alvarez.

– Ele não vai aguentar minha força. Meu gancho de esquerda vai derrubá-lo e ele não vai passar de um round – disse McGregor sobre um possível duelo contra José Aldo.

Depois de excursões pelos Estados Unidos, o UFC monta seu octógono na cidade de Estocolmo, na Suécia. O “viking” Alexander Gustafsson encara a pedreira norte-americana, Anthony Johnson. O evento ainda traz Dan Henderson diante de Gegard Mousasi e Phil Davis contra Ryan Bader.

+ Anderson Silva fala sobre cinturão e Chris Weidman: “Se eu me credenciar para lutar contra ele, vou lutar”

Fechando as festividades em janeiro, o UFC 183 vai exibir o retorno de Anderson Silva contra o polêmico Nick Diaz. O co-main event será protagonizado pelos tops do meio-médio, Kelvin Gastelum e Tyron Woodley, que brigam por uma chance pelo cinturão da divisão. Além de Anderson, a edição traz mais sete brasileiros: Ildemar Marajó, Rick Monstro, Thiago Marreta, Diego Brandão, Thales Leites, Thiago Alves e John Lineker.

Recomendado para você