Clube da Luta

Palpites do MMA – UFC Barueri: Machida x Dollaway

Machida enfrenta CB Dollaway na luta principal do UFC Barueri | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega - Inovafoto/UFC

Machida enfrenta CB Dollaway na luta principal do UFC Barueri | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega – Inovafoto/UFC

A última edição do ano representa um momento de recuperação para os principais nomes brasileiros do card do UFC em Barueri, neste sábado, 20. Lyoto Machida e Renan Barão tentam voltar ao caminho das vitórias e conseguir uma nova oportunidade pelo cinturão de suas categorias. Em clima de redenção, o capixaba Erick Silva também busca se recuperar do revés sofrido para Matt Brown e provar que seu gás anda em dia.

Além do trio, o card principal guardou lugar para dois brasileiros em ascensão: Antônio ‘Cara de Sapato’ e Elias ‘Xuxu’ Silvério. O público também vai conferir o duelo de brasileiros entre Daniel Sarafian e Junior Alpha. Deixando de papo furado, vamos começar a análise do card principal do UFC Fight Night: Machida x Dollaway.

Machida x Dollaway

Lyoto quer voltar a nocautear | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega - Inovafoto/UFC

Lyoto quer voltar a nocautear | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega – Inovafoto/UFC

Clássico duelo entre um striker contra um wrestler que está em evolução na parte em pé. Apesar de ter mais nocautes no cartel do que finalizações, CB não apresenta tanto perigo para o carateca na trocação. Focado, o americano possui um jogo sólido, mas mediano. Seus maiores triunfos ocorreram contra Cezar Mutante e Francis Carmont, atletas que ainda não estão no mesmo nível do que Machida.

Sem tantas armas para derrotar um lutador imprevisível como Lyoto, o americano deve beijar a lona neste sábado. Vindo de derrota para Chris Weidman, Machida precisa de uma apresentação brilhante para ganhar moral no caminho de volta ao cinturão.

+ Fotos: treinos abertos do UFC agitam Allianz Parque

“Treino pensando na vitória, não em nocautear, mas a gente sabe que se a minha mão entrar, ali não vai mais nascer cabelo. Mas estou com saudade de nocautear, nos treinos estou batendo para acertar. É bom ver os caras caindo, nem que seja no camp, mas sem machucar ninguém é claro”, comentou Machida em conversa com jornalistas.

Palpite: Machida – KO

Barão x Gagnon

Barão encara Mitch Gagnon | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega - Inovafoto/UFC

Barão encara Mitch Gagnon | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega – Inovafoto/UFC

Faminto, completo e precisando de show, Renan Barão vai passar como um trem descarrilhado por cima do canadense. Focado, Barão bateu, com tranquilidade, o peso na pesagem oficial, espantando o fantasma da balança que o tirou da revanche pelo cinturão contra TJ Dillashaw. Vindo como candidato à zebra do ano, Gagnon – faixa-roxa de jiu-jitsu – tem a arte suave como sua principal arma. Das 12 vitórias, 11 foram por finalização.

+ Engasgado com TJ Dillashaw, Renan Barão promete: “vou virar o pesadelo dele”

Mas, a técnica de Mitch não é superior a do faixa-preta da Kimura Nova União, do mestre Jair Lourenço, que já finalizou 14 oponentes e nunca foi finalizado. Além disso, se tornou uma máquina na trocação.

Paplpite: Barão – KO

‘Cara de Sapato’ x Cummins

Cara de Sapato bate o peso na pesagem oficial | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega - Inovafoto/UFC

Cara de Sapato bate o peso na pesagem oficial | Foto: Divulgação Gaspar Nobrega – Inovafoto/UFC

O americano da Reign MMA será o primeiro teste para o brasileiro da Nova União após o título do TUF Brasil 3. Especialistas no chão – wrestling x jiu-jitsu – vai vencer quem desenvolver melhor o jogo em pé. Acostumado a levar pancada de Junior Cigano e ser orientado por Luiz Dórea nos treinos, Cara de Sapato está com o boxe em dia e tem tudo para conquistar o primeiro nocaute do cartel (lembrando que os nocautes na casa do TUF não são contabilizados no currículo).

Palpite: Cara de Sapato – KO

 

Silvério x Magomedov
Uma das lutas mais equilibradas do evento, sem dúvidas. Xuxu está invicto na carreira e precisa mesclar sua especialidade – muay thai – com quedas para pontuar contra o russo. Juntos, eles somam 16 vitórias por decisão. E, o duelo de sábado será mais um que precisará da ajuda dos juízes. O cardio vai fazer diferença no duelo – quem cansar menos leva essa. Aposto que o russo carimba a primeira derrota na carreira de Elias.

Palpite: Magomedov por decisão

Silva x Rhodes

Erick "Índio" Silva | Foto: William Lucas/Inovafoto

Erick “Índio” Silva | Foto: William Lucas/Inovafoto

Depois de ouvir várias críticas sobre o seu preparo físico, Erick Silva volta ao cage contra Mike Rhodes. O americano prometeu começar o duelo com tudo, assim como costuma fazer o capixaba. O problema, no caso do brasileiro, ocorre após essa “fome” inicial de luta. Mas, o UFC foi generoso com o atleta da X-GYM colocando o produto da Roufusport, e o “Índio” não deve ter dificuldades para liquidar a fatura. Nem mesmo dará para observar o cardio do garoto, já que essa batalha não passará do primeiro round.

Palpite: Erick “Índio” Silva – KO

Daniel Sarafian x Junior Alpha

Sarafian e Alpha na pesagem oficial | Foto: William Lucas/Inovafoto

Sarafian e Alpha na pesagem oficial | Foto: William Lucas/Inovafoto

Fechando o card principal, um duelo interessante. De um lado, Daniel Sarafian – atleta que vive momento delicado na carreira e acumula duas derrotas seguidas; do outro, Junior Alpha – campeão do Jungle Fight, ele recebeu o convite de última hora e entra sem pressão para lutar. O ex-TUF passou por um processo de reformulação, deixou o time de Demian Maia, voltou para o peso médio e foi treinar nos Estados Unidos, na mesma academia de CB Dollaway. Apesar de ainda não ter empolgado no Ultimate, aposto que Daniel vai se recuperar diante do novato.

Palpite: Sarafian por decisão

CARD PRELIMINAR
Peso-meio-pesado: Marcos Pezão x Igor Pokrajac
Peso-pena: Renato Moicano x Tom Niinimaki
Peso-pena: Darren Elkins x Hacran Dias
Peso-galo: Leandro Issa x Ulka Sasaki
Peso-meio-médio: Marcio Lyoto x Tim Means
Peso-médio: Vitor Miranda x Jake Collier

Deixe seus palpites também!

Recomendado para você