Clube da Luta

Naja alerta Jefferson sobre chão: ‘um trabalho a menos para mim’

Jefferson provocou Naja na encarada após pesagem oficial | Foto: reprodução

Jefferson provocou Naja na encarada após pesagem oficial | Foto: reprodução

Prestes a realizar o 31º duelo da carreira, Leandro “Naja” Rodrigues bateu o peso da divisão até 70 kg e espera apenas o momento para entrar em ação no Limo Fight Championshio (LFC) 14, nesta sexta-feira, 23. Mais experiente, o cearense de 26 anos enfrenta o conterrâneo Jefferson Rodrigues, 19, em um combate cercado de provocações. Recém faixa-preta de jiu-jitsu e dono de uma perigosa guilhotina, o atleta da Nova União/Dragon Fight mandou seu recado ao adversário, que falou – em entrevista ao Blog Clube da Luta – que esperava surpreender o veterano no chão.

Vai ser um trabalho a menos para mim, se ele colocar para baixo. Acho difícil ele colocar. Não vai ser uma coisa boa para ele”, ironiza. Apesar das provocações antes do combate, Naja não menospreza as qualidades do jovem Jefferson, que teve uma rápida ascensão no cenário local, após conquistar uma sequencia de três vitórias por nocaute e possuir um estilo provocador. “É um menino novo, um cara de garra e corajoso. Treinei para ele como para qualquer outro lutador. Treino para ser completo e não ter preocupação”.

O início das negociações do duelo marcado para o card principal, entre os cearenses, ocorreu quando o jovem atleta da 1º Round desafiou Leandro Naja na 2ª edição do Coronel Combat de Muay Thai. O desafio foi aceito e a luta seria realizada na 6ª edição do Coronel Combat de MMA, em dezembro de 2013, na cidade de Maranguape. Mas, o faixa-preta da Nova União preferiu lutar no Paracuru Fight 6, no mesmo mês, onde venceu Jessyone Santos. O Limo Fight aproveitou os desencontros e conseguiu marcar o confronto.

+ FOTOS: vejas as encaradas na pesagem do Limo Fight; Jefferson Rodrigues x Naja foi a mais tensa

“Me surpreendi de ele querer lutar comigo. Não esperava. Mas luto contra qualquer um. Não vi muita coisa nele“, conta Naja. Com maior envergadura, Leandro focou na preparação física para conseguir mais uma vantagem contra Jefferson. “Trabalhei em cima disso, vou entrar mais forte. Venho focado e forte, não só fisicamente, mas mentalmente”.

Planos
O confronto diante de Jefferson pode ser a despedida do cearense em lutas no Estado, pelo menos por enquanto. “Quero fazer minhas últimas lutas aqui. Quero ingressar no MMA mundial. Treino dia e noite para isso. Quero viver esses horizontes fora, pois aqui já fecharam”.

Recomendado para você