Clube da Luta

Treinador do Spider relembra lesão e espera nocaute com chute alto

Anderson Silva deu início ao seu legado em 2006. (UFC / Divulgação)

Anderson Silva retorna neste sábado | (UFC / Divulgação)

Referência na preparação física com força para o MMA, Rogério Camões construiu a base de treinamentos de grandes nomes do esporte, como Marcos Ruas, Vitor Belfort, Carlão Barreto, entre outros. Atualmente, o treinador continua realizando o seu trabalho com atletas renomados como Ronaldo Jacaré e Anderson Silva. Com o “Spider”, a parceria já dura mais de nove anos.

Neste sábado, 31, o UFC 183 marca o retorno de Anderson ao octógono da organização contra Nick Diaz, após fratura na perna esquerda em dezembro de 2013, quando perdeu para Chris Weidman. Rogério Camões esteve ao lado do ex-campeão o tempo todo e, inclusive, estava no córner do Spider na luta contra Weidman. Apesar do duro processo de recuperação, Rogerão sempre apoiou a decisão do pupilo de voltar a lutar. “Estava presente naquele dia, no córner dele. Fui o primeiro a entrar lá dentro do cage. Vivenciei muito de perto aquela situação. Não abandonei ele em nenhum segundo. Estive um período nos Estados Unidos para estimulá-lo a treinar até o momento que ele botou o pé no chão. O Anderson teve um treinamento de alto nível para enfrentar o Diaz. Sempre o apoiei!”, disse o preparador físico em entrevista exclusiva ao Blog Clube da Luta.

+ Anderson Silva de volta ao octógono do UFC: melhores nocautes e finalizações

O treinador está confiante que Anderson possa dar show novamente. A expectativa é que o Spider tenha um retorno triunfal e nocauteei Nick Diaz. “Eu quero ver apenas ele lutar. O que vai ser depois, eu não estou dando tanta importância. Depois da luta contra o Nick Diaz, o que vier é lucro. Quero ver ele pisar no octógono e dar um chute na cabeça do Nick Diaz, com a perna que lesionou, e nocautear”.

Anderson e Rogério conversam durante treino | Foto: reprodução

Anderson e Rogério conversam durante treino | Foto: reprodução

Da época que o MMA ainda era Vale-Tudo, Rogério viu grandes batalhas. Para ele, Carlão Barreto fez a maior luta que Camões já presenciou. Na ocasião, o esporte ainda não tinha evoluído e Carlão lutou três vezes na noite, sem luvas, para se tornar campeão do Universal Vale Tudo Fighting 6. “Antigamente, os caras eram verdadeiros lutadores, tinham o espírito de guerreiro. Hoje questionam muito se os atletas estão prontos. Se tornou mais um show bussines. Percebo que se perdeu os princípios da arte marcial. O Anderson é um cara que luta pela arte marcial, não pelo dinheiro”.

+ VÍDEO: veja como o cearense Thiago Pitbull está se preparando para lutar neste sábado no UFC

O espírito de guerreiro, como descreve Camões, está presente em Anderson Silva. Segundo o treinador, são poucos os que possuem essa característica. Além do Spider, outro pupilo dele está nessa lista: Ronaldo Jacaré. Nos últimos anos, com as derrotas seguidas de Anderson, valendo o cinturão, Jacaré apareceu com a esperança de título da divisão até 84 kg, o que levou a comparações com o ex-campeão da categoria. Treinador dos dois, Rogerão dá sua opinião.

+ Thales Leites busca quinta vitória consecutiva no UFC

“Em algumas situações, eles têm semelhanças como lutador. Os dois têm a mente muito forte. Acredito que isso seja o que os dois mais se assemelham. Possuem espírito de guerreiros, já provaram. Anderson lutou cinco rounds com pressão contra Chael Sonnen, quase perdendo, mas não entregou, e acabou ganhando. O Jacaré lutou com o Roger Gracie (no jiu-jitsu) e quebrou o braço, mas virou e ganhou”, completa Rogério.

Card do UFC 183
CARD PRINCIPAL: – Las Vegas – 31/01
Peso-médio: Anderson Silva x Nick Diaz
Peso-meio-médio: Kelvin Gastelum x Tyron Woodley
Peso-leve: Joe Lauzon x Al Iaquinta
Peso-médio: Thales Leites x Tim Boetsch

CARD PRELIMINAR
Peso-meio-médio: Thiago Alves x Jordan Mein
Peso-galo: Miesha Tate x Sara McMann
Peso-médio: Ed Herman x Derek Brunson
Peso-mosca: Ian McCall x John Lineker
Peso-médio: Rafael Natal x Tom Watson
Peso-pena: Diego Brandão x Jimy Hettes
Peso-médio: Ildemar Marajó x Rick Monstro
Peso-médio: Thiago Marreta x Andy Enz

Recomendado para você