Clube da Luta

Vitor Belfort sugere pagamento por treinos no MMA

Vitor Belfort fala com jornalistas durante evento em sua academia FORTfit, no Rio de Janeiro | Foto: Lucas Mota/O POVO

Vitor Belfort fala com jornalistas durante evento em sua academia FORTfit, no Rio de Janeiro | Foto: Lucas Mota/O POVO

A questão salarial entra mais uma vez em foco no MMA. Isso porque o desafiante ao título do peso médio, Vitor Belfort, deu sua opinião sobre os salários oferecidos pelo Ultimate, em entrevista ao Lance. O veterano, que está com luta marcada contra o campeão Chris Weidman, no dia 23 de maio, em Las Vegas (EUA), disse que gostaria de ser pago para treinar, como acontece com atletas de outros esportes.

“Tenho treinado, tenho lutado, mas só não tenho aparecido e ganhando aquele cheque que é bom (risos). Quantos dias tenho lutado, quantos treinos eu faço na academia com o Gilbert Durinho, Anthony Johnson? É como se fosse um evento. Se eu fosse pago para treinar, seria muito bacana. Falta isso no nosso esporte: ser pago para trabalhar. Somos pagos para lutar, somos um entretenimento. Diferente de um jogador de futebol, basquete… Os jogadores são pagos para treinar também. Mas, mesmo assim, faço como se estivesse sendo pago”, disse Vitor Belfort.

Não é de hoje que lutadores reclamam de salários. O Blog Clube da Luta já debateu a questão em duas publicações: ‘Caso de Justiça: UFC, monopólio e atletas’; e ‘Folha salarial: Ronda Rousey ainda está abaixo dos grandes ídolos do UFC’.

Além de ex-lutadores do UFC, como Cung Le, Wanderlei Silva e Jon Fitch, o campeão José Aldo também já criticou os faturamentos na organização.

O que vocês acharam da declaração de Belfort?

Recomendado para você