Clube da Luta

Palpites do MMA – UFC 187: Johnson x Cormier e Weidman x Belfort

Weidman e Belfort se estranharam na pesagem oficial do evento | Foto: reprodução

Weidman e Belfort se estranharam na pesagem oficial do evento | Foto: reprodução

Chegou o momento do card mais aguardado do Ultimate até agora. O UFC 187 vai promover os confrontos valendo os cinturões dos meio-pesados e dos médios. Na luta principal, Anthony Johnson e Daniel Cormier disputam o título da divisão, vago após a saída polêmica de Jon Jones. No embate co-principal da noite, Vitor Belfort encara o campeão Chris Weidman.

+ Vídeo: top 5 dos melhores nocautes de Vitor Belfort

Deixando de papo furado, vamos aos palpites da nossa equipe – os jornalistas e blogueiros Bruno Balacó e Lucas Mota, além do sabe tudo de lutas, Miguel Pontes – sobre os principais duelos do card.
+ Sparring de Belfort, Borrachinha garante Vitor ‘voando’ e revela corte em soco rodado

Johnson x Cormier

  • Bruno Balacó – São dois atletas muito fortes, de nível técnico altíssimo. Daniel Cormier tem um invejável talento na luta agarrada, mas acredito que ele não terá muito tempo para mostrar o seu jogo de luta olímpica, diante da forte pressão que deve sofrer desde o início de Anthony Johnson, um dos mais perigosos lutadores do UFC na atualidade. Jonhnson deve encurralar Cormier e, até o segundo round, faturar o cinturão com um nocaute.
  • Lucas Mota – Aposto todas minhas fichas em massacre de Johnson sobre Cormier. O verdadeiro ‘Homem Ambulância’ do UFC, como me disse Paulo ‘Borrachinha’, vai mandar o parceiro de treino de Cain Velasquez para o hospital. Sem tanta técnica no boxe e no wrestling, Anthony confia na força e no condicionamento físico para massacrar qualquer adversário. Palpite: vitória de AJ por nocaute.
  • Miguel Pontes – É meio decepcionante não ver a luta entre Johnson e Jones, mas depois da polêmica com o ex-campeão, quem se deu bem foi Daniel Cormier, que ganhou uma nova chance de disputar o cinturão. Mas para mim não passa disso. Mesmo com seu wrestling de alto nível, não acho que Cormier ganhe essa luta contra o talentoso Johnson, que além do talento é dono de um poder de nocaute absurdo nessa divisão. Lembram o que aconteceu com o Alexander Gustafsson? Acredito que Johnson irá nocautear Cormier sem grandes problemas e se sagrar o novo campeão dos meio-pesados. Palpite: Johnson por nocaute.

Weidman x Belfort

  • Bruno Balacó – Chegou a hora de Vitor Belfort! Mesmo sem ritmo de luta (não sobe no octógono há um ano e meio), o brasileiro está voando baixo nos treinos e mostra estar em ótima forma física e técnica no auge de seus 38 anos. Superior a Weidman em pé e no solo, acredito que Belfort terá inteligência para vencer a luta sem precisar da decisão dos juízes. Aposto em um nocaute do brasileiro!
  • Lucas Mota – Com 38 anos, o ‘Fenômeno’ pode sentir o peso da idade, caso o duelo passe do terceiro round. O campeão vai fazer uma luta semelhante ao combate contra Lyoto, com estratégia, calma e wrestling. Acredito que o americano não tentará a trocação com o experiente adversário, conhecido pelo talento de acabar o duelo pela via rápida. Para isso, Weidman evitará a curta distância, fará o jogo ‘bate e sai’ e pressionará o brasileiro com wrestling. Minha leitura para o jogo do veterano é a seguinte: no primeiro round, Belfort vai ‘cozinhar’ a luta, evitando quedas e arriscando algumas combinações de socos e chutes na linha de cintura; no segundo round, depois de sentir a luta, Vitor colocará um ponto final no ‘reinado’ do americano com explosão física e pressão. Palpite: vitória de Belfort por nocaute.
  • Miguel Pontes – Dois lutadores com algo a provar. Se formos comparar separadamente Vitor Belfort e Chris Weidman, o ‘Fenômeno’ leva vantagem em todos os aspectos, menos na idade, 30 anos de Weidman e 38 de Belfort. Foi campeão do UFC aos 19 anos quando a organização ainda adotava o formato de torneio no UFC 12 em 1997. É mais veloz, mais explosivo e muito mais experiente do que Weidman, além de ser mais talentoso e estar com muita fome de vitória. Já Weidman é a nova geração. Invicto e algoz de duas das maiores lendas do MMA, Anderson Silva por duas vezes e Lyoto Machida em uma única oportunidade. Mas até que ponto o talento natural de Weidman seria eficiente contra um Belfort explosivo e motivado a provar que o TRT está no passado? Acredito que o ‘Fenômeno’ vai nocautear o campeão ao seu melhor estilo, com uma saraivada de golpes em alta velocidade. Palpite: Belfort por nocaute.

    Confira a pesagem do UFC 187:
    [youtube]https://www.youtube.com/watch?v=V0nIfzeu-hY[/youtube]

Recomendado para você