Clube da Luta

Belfort é nocauteado por Chris Weidman, que segue campeão dos pesos-médios do UFC

Weidman mantém o cartel intocável de 13-0. Foto: UFC on Fox

Weidman mantém o cartel intocável de 13-0. Foto: UFC on Fox

Um verdadeiro carrasco de brasileiros. Depois de vencer por duas vezes a lenda Anderson Silva, passar por Lyoto Machida, Demian Maia e Valdir Araújo, Chris Weidman fez de Vitor Belfort sua mais nova vítima.

+ Confira os resultados do UFC 187

Na aguardada disputa do cinturão dos pesos-médios do UFC, o americano foi implacável e conseguiu nocautear Belfort ainda no 1º round na co-luta principal do UFC 187, disputado na noite deste sábado, 23, em Las Vegas.

Weidman passou por maus bocados no início do combate, que começou de forma eletrizante, com Vitor pressionando e conseguir encaixar uma boa sequêncai de golpes no rosto e na linha de cintura. O campeão suportou o castigo e, na primeira brecha, levou o combate para o solo.

Weidman conseguiu a montada e foi dominante sobre Vitor. Foto: UFC/Divulgação

Weidman conseguiu a montada e foi dominante sobre Vitor. Foto: UFC/Divulgação

No chão, Weidman deitou e rolou. Conseguiu a montada, desferiu coteveladas e, com socos diretos que não conseguiam ser defendidos pelo brasileiro, acabou tendo sua vitória por nocaute técnico declarada aos 2 minutos e 53 minutos do 1º round.

Essa foi a 3ª defesa de cinturão de Weidman, que agora soma um cartel invejável de 13 lutas e 13 vitórias. Já Belfort conhece a primeira derrota após três triunfos seguidos e vê adiado o sonho de se tornar o primeiro brasileiro a conquistar títulos em três categorias de evento do UFC.

Chris Weidman aguarda agora a definição de seu próximo adversário, entre o americano Luke Rockhold e o brasileiro Ronaldo Jacaré, que disputam a preferência de Dana White.

Recomendado para você