Clube da Luta

Chris Weidman provoca: ‘sou o matador de brasileiros’

Weidman comemora nocaute sobre Vitor Belfort: UFC/Divulgação

Weidman comemora nocaute sobre Vitor Belfort: UFC/Divulgação

O campeão do UFC Chris Weidman mostrou o seu lado provocador. Depois vencer Anderson Silva (duas vezes), Lyoto Machida e Vitor Belfort, o americano assumiu o apelido de “matador de brasileiros”. Com bom humor, o detentor do título na divisão dos médios comentou a rivalidade criada com atletas do Brasil em entrevista ao Combate.

“É o que me dizem, sou o matador de brasileiros. Não é uma piada. Sou o matador de brasileiros ou o exterminador de brasileiros. Um dos dois”, disse Weidman.

+ VÍDEO: veja como Chris Weidman nocauteou Belfort e manteve o cinturão dos pesos-médios do UFC

Segundo Weidman, ele deixou o lado “bom moço” para entrar nas provocações por causa dos fãs brasileiros que o provocam nas redes sociais.

“Os brasileiros que me chamam assim, então fui na onda. Os brasileiros gritam “Uh, vai morrer” quando eu luto, e isso significa “você vai morrer”. Então, dizer que sou o assassino de brasileiros não é tão malvado assim. Desculpa, pessoal. Mas vocês vão no meu Twitter e são malvados comigo. Então, eu respondi. Não levem para o lado pessoal. Eu tive que criar imunidade em relação aos brasileiros com os anos. Vocês precisam fazer o mesmo”, contou.

O americano está invicto no MMA com 13 lutas. Weidman foi responsável por nocautear Anderson Silva e tomar o cinturão do ‘Spider’. Além de Lyoto Machida e Vitor Belfort, ‘All-American’ venceu os brasileiros Demian Maia, Valdir Araujo e Reubem Lopes.

O campeão aguarda o UFC definir seu próximo adversário em nova defesa de cinturão. Os possíveis oponentes são Luke Rockhold e Ronaldo Jacaré.

Recomendado para você