Clube da Luta

Boletim Semanal: julgamento de ‘Amaury x Jefferson’, volta por cima de Glover e BKF 5

Vitória de Amaury Junior pode ser transformada em "no contest" | Foto: Reprodução/Esporte Interativo

Vitória de Amaury Junior pode virar “no contest” | Foto: Reprodução/Esporte Interativo

Os últimos dias movimentaram o cenário do MMA! Na edição do Boletim Semanal desta segunda-feira, 10, trago os detalhes sobre a decisão da Federação do Estado do Ceará de Lutas Associadas (Fecela), que pede a alteração do resultado do combate entre Amaury Junior e Jefferson Rodrigues, válido pelo Limo Fight Championship (LFC), para “no contest”. Também tivemos a volta por cima do mineiro Glover Teixeira, após atuação dominante diante de Ovince St. Preux, e a importante vitória de Amanda “Leoa” Nunes.

Além disso, os cearenses Caio “Monstro” Magalhães e Andrezinho Nogueira conversaram com a equipe do Blog Clube da Luta, do O POVO, e revelaram seus planos. O BKF  5 vem aí!

Deixando de papo furado, chegamos a mais um Boletim Semanal! Se você está por fora do que rolou nos últimos dias, é hora de se atualizar!

Decisão da Fecela
Divulgada no último dia 3 pelo Limo Fight, a decisão da Fecela a favor de “no contest” para o duelo Amaury x Jefferson está dando o que falar nas redes sociais. Na publicação da organização, os internautas divergiram sobre a determinação.

Relembrando: Amaury venceu Jefferson por decisão unânime no Limo Fight 16 e faturou o cinturão do peso pena. A equipe de Rodrigues, a 1º Round, discordou do resultado e entrou com recurso na Federação para anular a vitória do potiguar, que aceitou e determinou o “no contest”.

Conversei com o presidente da Fecela, Erick Brito, para que ele explicasse o que motivou a decisão. De acordo com Erick, houve um erro na pontuação dos juízes – chamado de “erro formal” – ocasionando a vitória de Amaury.

Erick contou que os juízes acabaram invertendo os pontos. Amaury havia sido penalizado por aplicar um golpe ilegal – ele tentou uma joelhada quando Jefferson estava no chão. Segundo o presidente, os jurados acabaram tirando pontos do atleta da 1º Round, em vez do potiguar.

Além do “no contest”, a Fecela sugere que um novo combate seja marcado entre os lutadores envolvidos.

Julgamento
Desde a decisão da Fecela, o atleta Amaury teve 15 dias para recorrer. A equipe do potiguar, a Brazilian Top Team (BTT), decidiu entrar com recurso para manter a vitória do lutador. De acordo com o presidente da Fecela, o julgamento será realizado nesta quinta-feira, 13, pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Ceará (TJD-CE).

Resposta de Amaury
“Eu fiquei muito chateado com isso. Não fui só eu que vi a minha vitória. Nem fui avisado sobre a decisão. Estamos brigando e tenho certeza que vamos ganhar. Eles (1º Round) querem fazer o cartel desse menino positivo sem ter ganhado. Ele (Jefferson) deveria reconhecer a derrota”, comentou à coluna.

Segundo Amaury, ele luta contra Jefferson onde o rival quiser, mas apenas se o resultado do primeiro encontro entre eles for mantido. “Se conseguirem o ‘no contest’, não aceito uma revanche porque estarão agindo com má fé”, completou.

Posicionamento do Limo Fight
O Limo Fight, através do presidente Gean do Vale, preferiu não comentar o caso publicamente. “A organização deve por força de lei cumprir o que a Federação deliberar, por causa que a Fecela é a entidade que chancela o evento”, resumiu Gean ao jornalista Bruno Balacó, do Blog Clube da Luta.

Volta do Glover!
O mineiro quebrou os palpites do Clube da Luta. Eu acreditava que o Glover iria sucumbir diante da potência de Ovince St. Preux. Logo no primeiro round, o brasileiro mostrou que não se comportaria como este blogueiro previa. Após levar um chutaço na costela, Teixeira resistiu à pressão. Depois dali, controlou a distância e deu show de wretling, com belas quedas, e de jiu-jítsu, com um mata-leão no terceiro round.

Glover mostrou supremacia nas quedas. Foto: UFC/Divulgação

Glover mostrou supremacia nas quedas. Foto: UFC/Divulgação

Glover esteve muito bem no preparo físico. O corte de peso não afetou tanto o brasileiro. Vamos esperar para ver como o mineiro se comportará diante dos próximos adversários. Condição para chegar a uma nova disputa de cinturão, ele tem.

Retorno do Monstro
Caio “Monstro” Magalhães está ansioso para apagar a derrota sofrida para Josh Samman. O cearense esteve na redação do Grupo de Comunicação O POVO e conversou com o Clube da Luta. Em bate papo com Bruno Balacó, ele projetou a volta para novembro. Veja a entrevista aqui!

Vitória da Leoa!
A baiana Amanda Nunes, apelidada de “Leoa”, arrebentou contra a americana Sara McMann e alcançou a segunda vitória consecutiva no UFC. “Acho que mereço a chance pelo cinturão. Com certeza terei minha disputa de título logo”, disse ela.

Amanda dominou a americana | Foto: UFC/Divulgação

Amanda dominou a americana | Foto: UFC/Divulgação

Faltam 4 dias
O BKF 5 será realizado nesta sexta-feira, 14, no ginásio do Náutico, no Meireles. O evento promove 12 lutas, entre elas duas disputas de cinturão.

Andrezinho Nogueira
O peso pena Andrezinho Nogueira defende o cinturão do BKF 5. O atleta enfrenta o potiguar Paulo Magrão e já deixou o seu recado. “Vou manter esse título no Ceará, porque rapadura é doce, mas não é mole não. Esse cinturão é nosso!”, comentou ao Blog.

Redes sociais
Twitter: @lucasmota28
Instagram: @motasglucas
Fanpage do Blog Clube da Luta

Recomendado para você