Clube da Luta

Cormier concorda com sentença de Jon Jones e provoca Gustafsson

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Algumas horas depois do ex-campeão meio-pesado Jon Jones ser sentenciado a 18 meses de liberdade condicional, o atual dono do cinturão da categoria, Daniel Cormier, relatou não estar surpreso com a decisão do júri. Em entrevista à imprensa norte-americana, o atleta afirmou que esta é uma oportunidade para que Jones volte à brilhante carreira.

“Quando esse incidente aconteceu, o pensamento não era de que Jon Jones iria cumprir a pena na prisão. A esperança era que haveria algum tipo de punição por suas ações, o que foi cumprido pelo sistema judicial. O sistema não existe à toa, por isso temos que concordar que é justo. Esperamos que ele vire uma pessoa melhor e volte a fazer o que sabe, que é lutar”, disse o campeão.

Desafio Marcado

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=XeFq8Ir1e0c[/youtube]

Confiante para a sua primeira defesa de cinturão contra o sueco Alexander Gustafsson, no próximo dia 3 de outubro pelo UFC 192, em Houston (EUA), Daniel Cormier já fez questão de provocar o seu adversário. Sem temer a grande diferença de altura entre os dois, o atual dono do cinturão dos meio-pesados insultou o sueco durante uma conferência por telefone e afirmou que está pronto para a trocação.

“Fale para eles, Alex, que sua melhor atuação foi em uma derrota no UFC. Agora é sua oportunidade de mudar essa questão de ter lutado bem quando perdeu para Jones. Por mim, não tenho problemas de lutar em pé, minhas mãos são mais rápidas e me garanto “, afirmou Daniel Cormier.

Conhecido por alfinetar seus adversários, Cormier possui um cartel invejável no MMA. Com 17 lutas, o americano venceu 16, sendo oito por nocaute, três por finalização e cinco por decisão dos juízes.

Recomendado para você