Clube da Luta

Clube da Luta no cinema: O Shaolin do Sertão apresenta um “UFC da fuleragem” ao modo cearense e tributo aos filmes de Bruce Lee

Aluísio Lee, vivido por Edmilson Filho, é o protagonista do filme. Fotos: Divulgação

Aluísio Lee, vivido por Edmilson Filho, é o protagonista do filme. Fotos: Divulgação

Prepare-se para achar muita graça, porque O Shaolin do Sertão chega aos cinemas a partir desta quinta-feira (13) esbanjando a típica molecagem cearense, com muita gaiatice e vocabulário carregado de cearensês e nordestinês. Mas a comédia e o bom-humor são apenas dois dos muitos detalhes do novo filme de Halder Gomes, que o blog Clube da Luta conferiu em primeira mão em sessão destinada a imprensa. A aventura, “com muita pancadaria”, é outra marca registrada da produção. Isso porque o grande pano de fundo da obra são as artes marciais.

A trama se passa em 1982, em Quixadá, e resgata os tradicionais desafios de vale-tudo pelo interior do Ceará, popularizado no Nordeste pelo lendário (e saudoso) He-Man do Nordeste. No filme, o modesto padeiro Aluísio Li (protagonista do filme vivido por Edmilson Filho), fissurado por kung fu que vive e se veste como se fosse um mestre shaolin chinês, encara o valentão e lutador aposentado Toni Tora Pleura (interpretado por Fábio Goulart), que vem enfileirando vitórias arrasadoras contra todos que o desafiam. O combate mobiliza toda a cidade (inclusive os políticos e poderosos) e se desenrola de forma bem irreverente e divertida, com direito a muitos sopapos, voadoras, cangapés e todo repertório de golpes de artes marciais. “É como um UFC, só que dá fuleragem”, rotulou o diretor Halder Gomes.

Falcão e Edmilson Filho em divertida cena, no sertão de Quixadá.

Falcão e Edmilson Filho em divertida cena, no sertão de Quixadá.

O tom de tributo a Bruce Lee também dita a narrativa do filme. Afinal de contas, o lendário ator/artista marcial chinês (que marcou gerações no Brasil) é a grande inspiração de Aluísio Li. Ao longo do filme ele executa diversos golpes de kung fu, principalmente em sua preparação para enfrentar Toni Tora Pleura. As homenagens a Bruce Lee ficam ainda mais evidentes quando a obra mostra cenas de Aluísio recebendo orientações de mestres chineses. A fotografia é um dos pontos altos do filme e mostra, com perfeição, toda a beleza do interior cearense, destacando as lindas paisagens de Quixadá, com suas formações rochosas, o açude do Cedro e a vegetação sertaneja típica da região.

PAPEIS MARCANTES

Igor Jansen (centro) e Haroldo Guimarães (esquerda) roubam a cena no filme

Igor Jansen (centro) e Haroldo Guimarães (esquerda) roubam a cena no filme

Além de Edmilson Filho e Fábio Goulart, vale ficar de olho na atuação de Igor Jansen, jovem ator cearense de 12 anos, que intrepreta o divertido Piolho, ‘assessor’ e fiel escudeiro de Aluísio Li, que o acompanha em toda sua saga no filme. Na condição de protagonista mirim, Jansen rouba a cena com muitas tiradas bem-humoradas e cenas que arrancam boas risadas. Quem também diverte o público com ótimas sacadas é o humorista Tirulipa, que interpreta um divertido palhaço que faz o papel de juiz do combate entre Aluísio Li x Toni Tora Pleura. O mesmo pode se dizer do cantor/humorista cearense Falcão, que no filme interpreta o ‘mestre’ encarregado em treinar Aluísio. Destaque para as inúmeras ‘pérolas’ que Falcão solta no filme.

Tirulipa, que interpreta um palhaço que atua como árbitro da luta, é um dos destaques da trama.

Tirulipa, que interpreta um palhaço que atua como árbitro da luta, é um dos destaques da trama.

Elogiável também a atuação do comunicador João Inácio Júnior, que interpreta o repórter que transmite a luta de Aluísio Li x Toni Tora Pleura, na sua “TV Chibata”. Destaques em Cine Holliúdy, o professor e advogado Haroldo Guimarães (que interpreta o gago Jesus) e a atriz Karla Karenina (que encena a primeira-dama da cidade) fazem papeis divertidíssimo. O elenco conta ainda com nomes de peso no cenário nacional, como Dedé Santana, Marcos Veras, Fafy Siqueira e Bruna Hamú.

VÍDEOS E ENTREVISTAS

O blog Clube da Luta entrevistou o diretor Halder Gomes, que conta mais detalhes do filme:

Também conversamos com Edmilson Filho, que fala sobre o seu personagem Aluísio Li:

Confira ainda o bate-papo com Fábio Goulart, que faz o personagem Toni Tora-Pleura:

Saca só o trailer do filme:

Recomendado para você