Clube da Luta

VÍDEO: com atuação de gala, Conor McGregor nocauteia Alvarez e faz história como 1º campeão de duas categorias do UFC

Conor celebrando a conquista de seu segundo cinturão. Foto: UFC/Divulgação

Conor celebrando a conquista de seu segundo cinturão. Foto: UFC/Divulgação

Se alguém ainda dúvida do potencial extraordinário de Conor McGregor, essas dúvidas se dissiparam na madrugada deste domingo. Com uma atuação de gala, absoluto no cage, que lembrou os bons tempos de Anderson Silva, o lutador irlandês ‘passeou’ no combate contra Eddie Alvarez, nocauteou o americano no 2° round e tirou dele o cinturão dos pesos-leves, na luta principal do UFC 205.

Com o triunfo, McGregor faz história ao se tornar o primeiro atleta a se tornar campeã por duas categorias distintas: a dos pesos-leves e a dos pesos-penas, título já que detinha desde que o nocauteou o brasileiro José Aldo. Esse foi o 7º nocaute que o irlandês conquista em 10 lutas na organização. Com frases de afirmação e superioridade, Conor deixou o octógono com os dois cinturões nos ombros. “Esse é meu sonho virando realidade. Tem um motivo para eu estar no topo e são vocês”, disse, ao ser ovacionado pelo público.

Veja como foi a comemoração do título do irlandês:

O UFC 205 contou ainda com três disputas de cinturão. No co-evento principal, valendo o cinturão dos meio-médios, Tyron Woodley e Stephen Thompson tiveram um empate majoritário. Diante da situação inusitada, Woodley continuou campeão. Na batalha entre polonesas pelo título do peso-palha feminino, Joanna Jedrzejczyk venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime e segue invicta e absoluta na categoria. O card contou ainda com um cearense. Thiago ‘Pitbull’ Alves estreou entre os pesos-leves, mas acabou superado, na decisão dos juízes, para o americano Jim Miller.

Confira todos os resultados do UFC 205:

Conor McGregor venceu Eddie Alvarez por nocaute aos 3m04s do 2º round;

Tyron Woodley e Stephen Thompson tiveram um empate majoritário (47-47, 47-47, 48-47);

Joanna Jedrzejczyk venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime (49-46, 49-46, 49-46);

Yoel Romero venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 24s do 3º round;

Raquel Pennington venceu Miesha Tate por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27);

Frankie Edgar venceu Jeremy Stephens por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28);

Khabib Nurmagomedov venceu Michael Johnson por finalização (kimura) aos

Tim Boetsch venceu Rafael Natal por nocaute técnico aos 3m22s do 1º round;

Vicente Luque venceu Belal Muhammad por nocaute aos 1m19s do 1º round;

Jim Miller venceu Thiago Alvez por decisão unânime (30-27, 29-28, 30-27);

Liz Carmouche venceu Katlyn Chookagian por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28).

Recomendado para você