Clube da Luta

VÍDEO: Valentina Shevchenko finaliza Julianna Peña no UFC Denver e desafia Amanda Nunes pelo título

Shevchenko e Amanda ficaram frente a frente em Denver. Foto: UFC\Divulgação

Shevchenko e Amanda ficaram frente a frente em Denver. Foto: UFC\Divulgação

O futuro da categoria dos pesos-galos feminino do UFC parece definido. Em duelo que serviu praticamente como um “title shot” para conquistar o posto de próxima desafiante ao cinturão, quirguistanesa naturalizada peruana Valentina Shevchenko levou a melhor sobre Juliana Peña e venceu o combate disputado entre elas neste sábado, 28, na edição do Ultimate realizade em Denver, nos Estados Unidos. Após uma luta morna e agarrada no 1º round, a vitória foi definida no 2º round, quando Shevchenko controlou sua oponente no solo e aplicou uma bela chave de braço, que fez Peña desistir do embate.

Com o triunfo (o segundo seguido, já que vinha embalada de uma vitória sobre a ex-campeã dos galos Holly Holm), Shevchenko ratifica o seu posto de número 1 no ranking de sua divisão e deve encarar agora Amanda Nunes, atual campeã dos galos. Sem tempo a perder, o UFC promoveu ali mesmo no octógono, em Denver, o encontro entre as duas lutadoras. O desafio se tornou inevitável: “Estou certa de que a minha próxima luta será pelo cinturão contra você”, disparou a quirguistanesa em direção à brasileira.

A Leoa não deixou barato e respondeu o desafio com uma provocação, prometendo repetir a dose do que ocorreu em 2015, quando bateu Shevchenko, no primeiro embate entre elas. “Pode ter certeza que se nos enfrentarmos novamente, eu vou finalizar a luta. Eu sei como te vencer, e se nos enfrentarmos novamente, não vencerei por pontos”, decretou a atual campeã.

A tréplica veio em grande estilo. “Na minha terra dizem para sempre se ter cuidado com o que se deseja aos outros, porque isso pode voltar para você”, afirmou, para em seguida dar sequência à comemoração de sua vitória.

Veja a cena:

NOCAUTES E VITÓRIAS BRASILEIRAS

Jorge Masvidal acertou golpes duros em Donald Cerrone e venceu por nocaute. Foto: UFC\Divulgação

Jorge Masvidal acertou golpes duros em Donald Cerrone e venceu por nocaute. Foto: UFC\Divulgação

O card principal do UFC Denver foi marcado por nocautes. Na zebra da noite, Jorge Masvidal não deu chances para Donald Cerrone e nocauteou o Cowboy no primeiro minuto do 2º round. Da mesma forma, o camaronês Francis Ngannou venceu sem dificuldades o ex-campeão dos pesos-pesados Andrei Arlovski, aplicando nele um nocaute com pouco mais de 1 minuto e meio de luta.

O UFC Denver teve a presença de quatro brasileiros em ação.

Arlovski foi para a lona em 92 segundos de combate. Foto: UFC\Divulgação

Arlovski foi para a lona em 92 segundos de combate. Foto: UFC\Divulgação

Três saíram vitoriosos: Raphael Assunção (venceu por decisão dividida), Alexandre Pantoja (estreou com vitória por pontos) e Marcos Pezão (que triunfou com um nocaute). A única derrota da noite foi do pernambucano Henrique Frankenstein.

Confira todos os resultados da noite:

CARD PRINCIPAL
Valentina Shevchenko derrotou Julianna Peña por finalização no segundo round
Jorge Masvidal derrotou Donald Cerrone por nocaute técnico no segundo round
Francis Ngannou derrotou Andrei Arlovski por nocaute técnico no primeiro round
Jason Knight derrotou Alex Caceres por finalização no segundo round

CARD PRELIMINAR
Sam Alvey derrotou Nate Marquardt por decisão unânime (triplo 29-28)
Raphael Assunção derrotou Aljamain Sterling por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Li Jingliang derrotou Bobby Nash por nocaute no segundo round
Jordan Johnson derrotou Henrique Frankenstein por decisão unânime (triplo 30-27)
Eric Spicely derrotou Alessio Di Chirico por finalização no primeiro round
Marcos Pezão derrotou Jeremy Kimball por nocaute técnico no primeiro round
Alexandre Pantoja derrotou Eric Shelton por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29)
Jason Gonzalez derrotou J.C. Cottrell por finalização no primeiro round

Recomendado para você