Clube da Luta

Cearense Ricardo Koreano disputa Grand Prix que vale vaga por luta pelo cinturão do WGP Kickboxing

Na semifinal, o cearense encara um argentino. Foto: Divulgação

Quatro atletas, quatro nacionalidades e um sonho: disputar o cinturão dos pesos-leves (até 60kg). Para definir o próximo desafiante da categoria, o WGP Kickboxing (maior organização da modalidade na América Latina) promoverá no próximo dia 7 de abril, no ginásio do Morumbi, em São Paulo, um GP Challenger, em sistema de semifinal e final, onde o campeão do torneio conquistará o direito de lutar pelo título da divisão, que tem como campeão .

Entre os quatro participantes do GP, um cearense: o experiente Ricardo Koreano, que representará o Brasil na disputa, que envolve ainda o argentino Ignacio Capllonch, o chileno Felipe Artillero e o boliviano Renzo Martinez. Na semifinal, o cearense enfrenta o argentino. E, caso vença o combate, encara o vencedor do duelo entre Artillero e Martinez.

Essa será a 3ª luta de Koreano no WGP. Até então, ele está invicto, com duas vitórias. A primeira sobre Hugo Nascimento, na seletiva do WGP Fortaleza. E a última sobre Jhonathan Leuch, no WGP 35, disputado na capital cearense, em dezembro do ano passado. Aos 30 anos, Koreano soma um expressivo cartel de 41 vitórias e apenas seis derrotas.

Relembre como foi a última luta de Koreano no WGP, que o blog Clube da Luta acompanhou de perto:

Já o argentino, que também tem 30 anos, faz sua 4ª luta no WGP. Ele soma, até aqui, duas vitórias e uma derrota na organização, justamente na final do GP Challenger da divisão, no WGP 22, ao ser superado pelo ex-campeão Paulinho Tebar. Capllonch conta com um cartel de 72 lutas e apenas três derrotas.

Cartaz oficial do WGP 36

 

Recomendado para você