Clube da Luta

Cearenses pelo mundo: Caio Magalhães conta como foi a preparação para disputar o cinturão do M-1 Global

Caio tem um cartel de 10 vitórias e 3 derrotas. Foto: Mateus Dantas /O Povo

Caio Magalhães ‘chego chegando’ no M-1 Global. Em sua estreia pela organização russa de MMA, em maio deste ano, ele só precisou de alguns segundos para finalizar finalizou o russo Dmitry Voitov, na 78ª edição do evento, em Orenburg-RUS. Após a atuação impressionante, o ex-lutador do UFC, também conhecido no meio como Caio ‘Monstro’, recebeu o convite para disputar o cinturão dos pesos-médios da franquia. E o duelo está prestes a acontecer. Nesta sexta-feira, dia 27 de outubro, o cearense enfrenta o russo Artem Frolov, em São Petesburgo, na Rússia.

Para esse importante desafio em sua carreira, Caio fez uma preparação dura nos Estados Unidos, onde vem realizando todos os camps de preparação, na academia de Glover Teixeira (seu amigo e atleta meio-pesado do UFC), em Dunbury.

Expectativa tá ótima. EU já vinha treinando lá na Nova União Ceará. Muito boxe, jiu-jitsu, MMA, mas só para manter a forma. Quando vim para os Estados Unidos, depois de agosto, é que comecei o camp para valer. Treinei forte. E depois que soube que ia lutar pelo cinturão, intensifiquei os treinos, fiz muito sparring. Tive muita ajuda de toda a equipe aqui do Glover. Peso tô bem. Tô treinado e focado. Chegarei para essa luta bem preparado para trazer esse cinturão para o Brasil”, revelou em entrevista ao Blog Clube da Luta.

Caio já está no local de sua luta, acompanhado pelo seu mestre e head coach Guilherme Santos, líder da Nova União Ceará. Ao falar da luta, Caio disse que já estudou bastante o jogo do seu adversário e garante ter uma estratégia bem definida para levar a melhor no combate. “Ele é um cara que troca mais sempre acaba indo pro agarrado. Acho que quando eu encaixar uns bons golpes nele vai querer me derrubar. Estamos prontos pra isso. Posso ganhar essa luta antes dos cinco rounds com certeza. Vou para buscar o nocaute ou a finalização”, analisou.

O duelo promete ser bem parelho, já que o gringo está invicto na carreira, com um cartel de 9 vitórias (com direito a 4 nocautes e 4 finalizações) em 9 lutas. Em sua última atuação, nocauteou Talekh Nadzhafzade, em maio deste ano, M-1 Global Challenge, onde fez suas últimas quatro lutas. Caio, cearense nascido em Sobral, tentará a 11ª vitória da carreira. Até aqui, ele ostenta um cartel de 10 vitórias e 3 derrotas em 13 duelos profissionais de MMA.