Clube da Luta

UFC 217 coroa três ‘novos’ campeões e é marcado por retorno triunfal de Georges St. Pierre

/clubedaluta/2017/11/05/ufc-217-coroa-tres-novos-campeoes-e-e-marcado-por-retorno-triunfal-de-georges-st-pierre/
1 Seja o primeiro a comentar

St. Pierre celebrando o título com sua equipe. Foto: UFC/Divulgação

A noite foi dos desafiantes. Em edição recheada de combates eletrizantes, o UFC 217 ficará na história como o dia em que três campeões foram desbancados com derrotas avassaladoras. Os olhares do mundo do MMA estavam voltados para a luta principal, que marcou o retorno de Georges St. Pierre, de volta ao octógono após 4 anos parado.

Mesmo com tanto tempo inativo, o canadense não decepcionou os fãs e embalado pelo gritos da torcida (“GSP! GSP!”), desbancou o inglês Michael Bisping, com uma atuação técnica e segura, que culminou com sua vitória por finalização (por mata-leão que apagou o seu adversário) no 2° round. Com o resultado, ele, que foi o campeão mais dominante da história dos meio-médios, fatura agora o cinturão da categoria de cima, dos pesos-médios. Segundo o presidente do UFC, Dana White, St. Pierre agora deve lutar pela unificação do título da categoria, com o campeão interino Robert Whittaker (em data a definir).

Dillashaw levou a melhor na luta mais eletrizante da noite. Foto: UFC/Divulgação

No co-evento principal, uma luta cercada de rivalidade e muita expectativa. Ex-parceiros de treino, Cody Garbrandt e TJ Dillashaw mediram forças. Garbrandt começou melhor, dominante o 1º round, com direito a knockdown que abalou o desafiante. No 2º round, Dillashaw soltou o seu jogo, acertou um chute alto que entrou limpo no rosto do rival, que caiu. Na sequência, um cruzado certeiro fez Garbrandt cair semi-nocauteado. Dillashaw foi pra cima e, com o oponente na combalido, confirmou a vitória por nocaute, recuperando o cinturão dos pesos-galos do UFC.

Rose: a zebra arrasadora da noite. Foto: UFC/Divulgação

A noite foi marcada ainda por uma grande zebra. Então imbatível, a polonesa Joanna Jedrzejczyk foi brutalmente derrotada pela desafiante Rose Namajunas, que conseguiu abalar a campeã com uma trocação afiada e certeira, fazendo a então campeã desabar e sucumbir à sua pressão ainda no 1º round. Uma vitória para chocar o mundo do MMA, já que Jedrzejczyk mirava o recorde de defesa de cinturão da categoria peso-palha feminino. Ao ser coroada campeã, Rose não conteve as lágrimas e dizia não acreditar no que estava vendo.

VEJA TAMBÉM: 

UFC 217: Paulo Borrachinha consegue nocaute arrasador sobre Hendricks e avisa: “serei a próxima lenda do Brasil”

 

Confira os resultados do UFC 2017

CARD PRINCIPAL
Georges St-Pierre venceu Michael Bisping por finalização aos 4min20s do 3° round
TJ Dillashaw venceu Cody Garbrandt por nocaute aos 2min41s do segundo round
Rose Namajunas venceu Joanna Jedrzejczyk por nocaute aos 3min03s do 1° round
Stephen Thompson venceu Jorge Masvidal na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-27 e 30-27)
Paulo Borrachinha venceu Johny Hendrick por nocaute técnico a 1min23s do 2° round

CARD PRELIMINAR
James Vick venceu Joseph Duffy por nocaute técnico aos 4min59s do 2° round
Mark Godbeer venceu Walt Harris por desclassificação no 1° round
Ovince Saint-Preux venceu Corey Anderson por nocaute a 1min25s do 3° round
Randy Brown venceu Mickey Gall por decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-27)
Curtis Blaydes venceu Oleksiy Oliynyk por nocaute técnico a 1min56s do 2° round
Ricardo Ramos “Carcacinha” venceu Aiemann Zahabi por nocaute a 1min58s do 3° round