Clube da Luta

Em luta parelha, Lyoto Machida vence e faz a festa da torcida no UFC Belém; confira os resultados!

Lyoto celebra o resultado, logo após ser declarado vencedor em Belém. Foto: UFC/Divulgação

Vindo de uma sequência de três derrotas, Lyoto Machida precisava se recuperar a todo custo. Nada melhor então do que lutar em casa, onde foi criado. Para a festa da torcida e alegria dos brasileiros, o Dragão reencontrou o caminho das vitórias e derrotou o americano Eryk Anders, na luta principal do UFC Belém, disputado entre a noite de sábado (3) e a madrugada deste domingo (4), no ginásio do Mangueirinho, na capital paraense.

Para chegar ao triunfo, Lyoto que teve sofrer um pouco. Travou uma batalha de cinco rounds duríssima contra o seu adversário, com quem alternou bons e maus momentos no octógono. Apostando o seu estilo clássico de contra-golpes e base ortodoxa no karatê e no boxe, o ex-campeão dos meio-pesados somou pontos importantes, que ajudaram os juízes a decretarem a vitória para ele por decisão dividida (48-47, 47-48 e 49-46). A torcida no ginásio delirou, celebrando o triunfo do ídolo local. Nas redes sociais, muitos fãs de MMA criticaram o resultado, entendendo que a vitória deveria ter sido dada para o americano. Com o triunfo, Lyoto se reabilita na divisão dos pesos-médios e já tem um novo alvo: Michael Bisping, a quem desafiou para uma luta logo após sua vitória em Belém.

OUTROS BRASILEIROS

O UFC Belém terminou com ótimo aproveitamento para os brasileiros. Uma das poucas exceções foi para a carioca Priscila ‘Pedrita’ Cachoeira. Logo em sua estreia na organização, ela pegou uma das lutadoras mais temidas do mundo, a quirguistanesa Valentina Shevchenko, ex-desafiante ao cinturão dos galos. E a experência fez toda a diferença para a gringa, que não tomou conhecimento da brasileira, aplicando um passeio de golpes na luta em pé e agarrada. Com a adversária já bastante ferida e abatida, Shevchenko manteve a pressão e venceu o duelo por finalização, após encaixar um mata-leão no 2º round.

Entre os brazucas vitoriosos, destaque para Thiago Marreta, que bateu Anthony Smith por nocaute e conquistou sua 4ª vitória seguida. Os paraenses Michel Trator, Pollyana Viana, Iury Marajó e Deivison Figueiredo fizeram o dever de casa e venceram seus combates.

Confira os resultados do UFC Belém:

CARD PRINCIPAL
Lyto Machida venceu Eryk Anders por decisão dividida (48-47, 47-48 e 49-46)
Valentina Shevchenko venceu Priscila Pedrita por finalização aos 4m25s do R2
Michel Trator venceu Desmond Green por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Timothy Johnson venceu Marcelo Golm por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Douglas D’Silva venceu Marlon Vera por decisão unânime (triplo 30-27)
Thiago Marreta venceu Anthony Smith por nocaute técnico a 1m06s do 2º round

CARD PRELIMINAR
Serginho Moraes venceu Tim Means por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Alan Nuguette venceu Damir Hadzovic por decisão unânime (30-25, 30-27, 30-27)
Polyana Viana venceu Maia Stevenson por finalização aos 3m50s do 1º round
Iuri Marajó venceu Joe Soto por nocaute técnico a 1m06s do 1º round
Deiveson Figueiredo venceu Joseph Morales por nocaute técnico aos 4m34s do 2º round

Recomendado para você