Clube da Luta

VÍDEO: Maria Silva, a “Viúva Negra”, segue os passos de Viviane Sucuri e se prepara sua estreia no MMA internacional

Maria Silva tem duas vitórias em duas lutas profissionais do Ceará. Foto: Julio Caesar/O POVO

Promessa do MMA feminino cearense, Maria Silva, mais conhecida no meio como Viúva Negra, tem um segundo semestre promissor pela frente. A fera, que treina com a equipe Dragon Kombat, já tem três lutas marcadas, que podem dar uma alavcanda em sua carreira. A primeira delas, uma revanche contra Nath Apache, no Extreme Fighter, dia 28 de julho, em Sobral. Depois, vai encarar o desafio mais importante de sua carreira até aqui, quando fará sua 1ª luta internacional. Em agosto, ela seguirá para a China onde estreará no Rebel FC, organização asiática com quem acabou de assinar contrato.

Em seu busca de brilhar no esporte, Maria Silva, que tem apenas 22 anos, se espelha em sua companheira de treinos Viviane Sucuri, cearense que luta no UFC, já conhecida no meio e com lutas nos Estados Unidos, Canadá e, agora em julho, com duelo agendado no UFC em Cingapura. “Ela é minha principal referência feminina. Treinamos juntos e eu me espelho nela”, diz a lutadora, que conta um cartel profissional invicto de 2 vitórias em duas profissionais no MMA.

Na estreia, venceu Leidiane Marrentinha por nocaute, no Aspera FC 53, disputado em Fortaleza, em junho do ano passado. No mês seguinte, mais uma vitória expressiva: finalizou Alliny Morais, no Troia FC 1, também realizado na capital cearense. Ambas as vitórias no 1º round.

Em entrevista exclusiva ao blog Clube da Luta, Maria Silva “Viúva Negra” falou sobre os desafios que terá este ano e falou também sua preparação para as próximas lutas. Confira!

Recomendado para você