Clube da Luta

Coluna: cearense Viviane Sucuri estreia no Invicta FC em novembro

Legenda: Sucuri tem 25 anos e 15 lutas no seu cartel de MMA. Foto: FCO Fontenele/O POVO

A fila andou rápido para Viviane Pereira, a Sucuri. Logo depois de deixar o UFC, em agosto deste ano, a lutadora cearense fechou um contrato de seis lutas com o Invicta Fighting Championships, principal organização de MMA feminino do mundo e que já teve Crys Cyborg como campeã da categoria peso-pena. Esta semana, Sucuri teve marcada a sua luta de estreia na casa nova. Ela foi escalada para enfrentar a japonesa Mizuki Inoue na 32ª edição do Invicta, que ocorrerá no dia 16 de novembro, em Oklahoma, nos Estados Unidos. O combate é válido pela categoria peso-palha (até 52 kg).

Viviane vai em busca de reabilitação, já que vem de dois resultados negativos em suas últimas lutas. Apesar disso, chega disposta a mostrar serviço e vem de uma preparação forte e intensa com sua equipe, a Dragon Kombat, liderada por Marcos Batista, que acompanha Vivi desde o início de sua carreira. Enquanto Vivi faz sua estreia no Invicta, a sua adversária já tem seis lutas pela organização, somando três vitórias e três derrotas – em seu última apresentação foi derrotada por decisão dividida para Virna Jandiroba. No geral, o cartel da japonesa é de 17 lutas, com 12 vitórias e 5 derrotas. Número de combates semelhante ao da cearense, que fez 15 lutas profissionais de MMA, acumulando 13 vitórias e 2 derrotas.

No quesito idade, as duas atletas se equivalem. Sucuri tem 25 anos e sua adversária 24. A japonesa tem mais rodagem internacional, mas Sucuri lutou mais vezes em alto nível. No UFC, onde competiu entre 2016 e 2018, Viviane realizou quatro combates, somando duas vitórias e duas derrotas. Quanto ao estilo, Vivi e Inoue tem características bem diferentes. A cearense é striker, que busca a luta em pé, visando o nocaute. Já a japonesa tem como arma a luta de solo, com histórico de 9 de suas 12 vitórias por finalização. Ingredientes para um duelo bem interessante de ser observado. O Invicta FC 32 será transmitido ao vivo no UFC Fight Pass.

 

* Reprodução da coluna Bruno Balacó do O POVO publicada em 5 de outubro de 2018

Recomendado para você