Clube da Luta

Coluna: 5 atletas cearenses que poderiam figurar no card do UFC Fortaleza

Da esquerda para a direita, Mabelly, Pepey e Andrezinho. Fotos: Divulgação

Faltam pouco mais de quatro semanas para a realização do UFC Fortaleza, no ginásio do Centro de Formação Olímpica (CFO). O card do evento tem, até aqui, apenas um atleta cearense escalado: Thiago “Pitbull” Alves, justamente o único atleta do Estado que possui contrato com a organização atualmente. O cenário poderia ser outro. Afinal, não faltam bons nomes que deveriam ganhar oportunidade do Ultimate para estrearem em casa.

Mabelly Lima é uma possibilidade bem factível, já que participou no segundo semestre do ano passado do Contender Series Brasil – reality show do UFC.

Apesar de ter saído com derrota (a única de sua carreira) por pontos em sua exibição, deixou boa impressão. Em outubro passado, voltou a lutar e venceu a paraguaia Emilce Ortiz, na nona edição do WSOF Global. Quem também vem embalado por vitória é Andrezinho Nogueira, que na última sexta-feira aplicou um nocaute arrasador – com joelhada voadora – sobre o paraguaio Jose “Pitbull” Armoa na luta principal do Action Fight 11.

Sem tempo a perder, Andrezinho já iniciou campanha nas redes sociais pedindo uma chance no UFC Fortaleza. Mesmo caso de Godofredo Pepey, que já foi atleta do UFC entre 2012 e 2018. Depois de deixar a organização, ele lutou em setembro na 15ª edição do Brave FC, na Colômbia, e finalizou em grande estilo o colombiano Alex Torres. Agora, diz que merece nova chance. Mario Schembri, cearense radicado em Hong Kong, é outro nome que pode estar no radar do UFC. Com 34 lutas no cartel, ele vem embalado por três boas vitórias seguidas.

Fechando a lista, um nome promissor no MMA cearense: Alan Gomes, jovem de 24 anos, que hoje luta pelo evento russo ACB e vem de três vitórias seguidas.

Recomendado para você