Clube da Luta

Amanda Nunes projeta se aposentar após luta contra Holly Holm ou revanche contra Cyborg

Amanda participou da semana de atividades do UFC Fortaleza. Aurélio Alves/O POVO

Amanda Nunes, campeã nas categorias galo e pena, surpreendeu a todos ao falar em aposentadoria durante coletiva no UFC Fortaleza. Com pedido da mãe, a brasileira projeta deixar o MMA depois de enfrentar a norte-americana Holly Holm, mas admitiu também que o plano de se retirar possa acontecer diante de uma revanche contra Cris Cyborg.

“Minha mãe pediu para eu me aposentar. Era para eu me aposentar depois da luta contra a Cris. Ela falou que já está bom pra mim, que já conquistei tudo que era para conquistar no MMA. Essa era a última coisa que eu queria, ser campeã em duas categorias. Não preciso provar nada pra ninguém. Estou bem financeiramente, estou bem com minha vida. Quero viver e aproveitar bastante”, disse Amanda.

Nos últimos quatro anos, Amanda venceu as principais lutadores de MMA, como Ronda Rousey, Cris Cyborg, Miesha Tate e Valentina Shevchenko. A única luta que ainda “faz sentindo” para a baiana é contra Holly Holm, antes de pendurar as luvas.

“Eu acho que a Holly, se vocês olharem na categoria, é minha última oponente. Já conquistei tudo na minha carreira. Quem sabe também numa futura revanche contra a Cris. Está acontecendo tudo muito rápido em minha vida”, afirmou.

A baiana estreou no MMA em 2008. O cartel da multicampeão é de 17 vitórias e quatro derrotas. No UFC desde 2013, Amanda se tornou a única mulher na história da organização a conquistar dois cinturões.

Recomendado para você