Clube da Luta

Coluna: Caio Magalhães volta a lutar MMA no dia 6 e avisa: “vou lá mostrar que tenho muito ainda o que fazer nesse esporte”

Caio lutou no UFC entre 2012 e 2016. Foto: Mateus Dantas /O Povo

Um dos principais nomes da história recente do MMA local, Caio Magalhães está sedento por reabilitação. Depois que saiu do UFC, onde atuou entre 2012 e 2016, o lutador cearense venceu apenas uma de suas últimas quatro lutas. Para virar a fase ruim e começar este ano com o pé direito, Caio “Monstro”, como é conhecido, volta ao cage na próxima quarta-feira, 6, para fazer a luta principal do Island Fights 53, evento de MMA que será realizado em Fort Walton Beach, na Flórida-EUA. O adversário é o também brasileiro Arymarcel “Chocolate” Santos, em duelo válido pela divisão dos pesos-médios.

Em entrevista à coluna, o pupilo do mestre Guilherme Santos (líder da Nova União Ceará) falou de sua preparação e exaltou a importância de voltar a vencer para buscar um novo embalo na carreira. “Estou me sentido ótimo e preparado. Preciso muito dessa vitória para começar o ano bem. Vou lá mostrar que eu tenho muito ainda o que fazer nesse esporte”, afirmou o cearense, que tem 31 anos e um cartel de 16 lutas profissionais de MMA, com 10 vitórias e 6 derrotas.

*Reprodução da Coluna Bruno Balacó, publicada no jornal O POVO no dia 1° de março de 2019. 

Recomendado para você