Clube da Luta

Lutador doa valor de sua bolsa para adversário que viajou 35 horas de ônibus para lutar

O lutador brasileiro, Filipe Esteves, doou o valor de sua bolsa, que é concedido para ajudar os atletas, para seu oponente. Campeão do Brazil MMA, evento que foi realizado no último sábado, 23, em Salvador, na Bahia, o striker tomou conhecimento que seu adversário, Rildeci Escorpião, viajou mais de 35 horas de ônibus de Belém, no Pará, até a capital baiana e, comovido com a situação, Filipe doou o valor de R$ 500.

“Eu estava olhando as lutas dele no Instagram, vi que era um cara humilde. O evento não paga passagem, a bolsa é de R$ 500. Ele deve ter gasto R$ 300 de ônibus, ainda tem que comer na estrada. Vai lutar por R$ 200? É quase de graça, vai pagar para lutar”, disse Filipe em entrevista ao Combate.com. A passagem de Belém para Salvador custa R$ 430.

Ainda no octógono após finalizar Rildeci, Filipe consolou o oponente e revelou que ia doar o valor de sua bolsa para o adversário. Os dois lutadores se emocionaram com a situação. “Ele agradeceu pra caramba, me mandou vídeo no celular. Vida de atleta no Brasil não é para qualquer um. O que ele fez, não é para qualquer um”, contou o campeão.

O nobre gesto de Filipe proporcionou a ele uma atitude de grande nobreza. O lutador deseja disputar o Campeonato Mundial Pré-Olímpico de Wrestling – que será realizado no Cazaquistão em setembro -, e para ajudar os custos da viagem, Felipe criou uma vaquinha virtual.

Ele espera arrecadar R$ 30 mil e um colaborador, que teve conhecimento da atitude de Filipe, depositou o mesmo valor que ele doou para o lutador paraense. “Como forma de presenteá-lo por sua coragem, senti no coração a necessidade de doar a você a mesma quantia que você abriu mão. Continue firme na sua caminhada. Abs. da Austrália, Carlos”, escreveu o colaborador.