Clube da Luta

Lutadora cearense estreia hoje no Bellator, 2ª maior organização do MMA do mundo

Ilara treina na equipe Pitbull Brothers. Foto: Arquivo Pessoal

Depois de muito tempo, o estado do Ceará voltou a ter uma representante no Bellator, a segunda maior organização de MMA do mundo, atrás somente do UFC. É Ilara Joanne, lutadora nascida em Fortaleza e que treina na equipe Pitbull Brothers. Ela, que já se destaca há bastante tempo no cenário local das artes marciais, fará sua 1ª luta na nova organização nesta sexta-feira, 25, contra a australiana Bec Rawlings, em duelo válido pela categoria peso-mosca (até 57kg) feminino. Ilara chega ao Bellator com moral, já integrando o card principal do Bellator 231, que ocorrerá na Mohegan Sun Arena, em Uncasville, no estado de Connecticut, nos Estados Unidos.

Ilara tem 25 anos e luta profissionalmente desde 2013, quando fez sua estreia no MMA, quando foi superada por Viviane Sucuri, ex-UFC e atualmente no Invicta MMA. Até hoje, a fortalezense, que é pupila do professor Maninho, já realizou 12 lutas, com um histórico de 8 vitórias e 4 derrotas. Embalada por duas vitórias seguidas, Ilara fez sua última apresentação em outubro do ano passado, na 63ª edição do Grand Fighting Championship (GFC), quando derrotou Cristiane Lima Silva por decisão unânime.

Já sua adversária, Bec Rawlings, tem o cartel irregular de 15 lutas profissionais, com 7 vitórias e 8 derrotas, vindo de uma sequência de quatro derrotas seguidas.

Antes de Ilara, representaram o Estado no Bellator os lutadores Carlos Índio (potiguar radicado em Fortaleza) e Carlos Eduardo ‘Cachorrão’, ambos da Nova União Ceará. Dessa forma, Ilara se torna a primeira mulher cearense a ingressar na segunda maior organização do MMA do mundo.

Cartaz que destaca Ilara no card do Bellator 231. Foto: Divulgação

Recomendado para você