Corremah!

Ameaça de chuva e frio não apagam brilho de prova noturna do Circuito CAIXA.

Aguaceiro veio somente à tarde, derrubou a temperatura em Uberlândia e favoreceu as vitórias de Damião Ancelmo de Souza e Simone Ponte Ferraz na noite do sábado (19).

Uberlândia (BH) – O sábado (19) amanheceu cinzento em Uberlândia. O dia chuvoso chegou a assustar os inscritos para o Circuito de Corridas CAIXA. Mas, a noite foi de tempo limpo e, às 19h, no Parque do Sabiá, o medalhista olímpico André Domingos deu o sinal para que milhares de atletas largassem para a segunda etapa da temporada 2018 da série de provas de rua mais tradicional do Brasil. A temperatura na casa dos 18 graus favoreceu Damião Ancelmo de Souza e Simone Ponte Ferraz, campeões da categoria Elite 10km.

Damião e Simone fizeram um ‘agradecimento especial a São Pedro’ que, segundo eles, levou a chuva embora, mas manteve o clima frio. “Eu treino em Teresópolis e só posso agradecer a São Pedro, que mandou a chuvinha antes da corrida e derrubou a temperatura”, explicou o primeiro colocado nos 10km. A campeã seguiu a mesma linha. “Sou de Santa Catarina e o clima mais ameno me favorece. São Pedro ajudou muito. Deu uma trégua no aguaceiro na hora que precisava e deu tudo certo”.

Damião liderou a etapa de Uberlândia de ponta a ponta para vencer com o tempo de 30min35. “Essa era uma prova com vários nomes entre os favoritos, mas ninguém se apresentou para ditar o ritmo. Então, resolvi correr na frente desde o início, encontrando um ritmo confortável para mim e desconfortável para meus adversários. Graças a Deus, consegui e estou muito feliz por essa vitória. Tenho 38 anos e adotei uma estratégia de abrir vantagem para evitar que os atletas mais jovens tivessem chance de me ultrapassar com um sprint no final”, contou o atleta, que conquistou a primeira vitória no Circuito CAIXA. “Acredito que eu estava merecendo, pois luto por isso há muito tempo”, completou.

Terceiro colocado na abertura da temporada 2018, dia 13, em Belo Horizonte, Damião subiu dois degraus no pódio. O segundo lugar na segunda etapa do Circuito CAIXA ficou com Valdir Sérgio de Oliveira, com o tempo de 30min53. Antonio Wilson Sousa Lima chegou em terceiro, com 30min56. Completaram o pódio Flávio Henrique Guimarães Andrade (31min04) e Marcos Vinícius Coelho Ferreira (31min11).

Feminino – Simone Ponte Ferraz melhorou sua posição e seu tempo em relação à etapa de abertura do Circuito CAIXA. Há uma semana, na capital mineira, ela cruzou a linha de chegada em sexto lugar, com o tempo de 35min53. Nesta sábado, em Uberlândia, venceu cravando 35min48. “Larguei forte e fiz a minha prova, no meu ritmo. E deu tudo certo. O percurso dentro do parque é muito bom, pois o ar puro ajuda muito o atleta. Enfim, achei tudo sensacional. Fico feliz por estar evoluindo em um circuito tão importante e tradicional como é o da CAIXA. Pretendo correr mais etapas, Salvador no primeiro semestre e depois Curitiba, Porto Alegre e São Paulo”, informou.

Erika Oliveira Lima Dolbert Machado terminou os 10km na segunda colocação, com 36min43. Caroline Jepkemei Kimosop conquistou a medalha de bronze, com o tempo de 37min16. Ela foi seguida por Andreia de Lima (37min35) e Fabiana Cristine da Silva (37min47). A próxima etapa do Circuito de Corridas CAIXA será dia 3 de junho, em Goiânia.

Inclusão – Além do desempenho de alto nível na elite e da festa dos mais de 1.200 atletas que correram 10km e 5km, uma equipe de atletas com necessidades especiais se destacou. O grupo, composto por mais de 30 pessoas, entre deficientes, amigos, familiares e treinadores correu junto até a linha de chegada. Empurrado pela mãe, Karolina Cordeiro, e ao lado das duas irmãs, Pedro antecipou a comemoração do aniversário de 12 anos. Portador da Síndrome de Aicardi-Goutières (SAG) desde os 10 meses de vida, uma rara doença que lhe tira os movimentos, o garoto que não anda e nem fala participa do Circuito CAIXA desde 2012.

O maior grupo com deficientes veio de Campina Verde, pequena cidade da região do Triângulo Mineiro, com pouco mais de 20 mil habitantes. A equipe do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) levou atletas com necessidades especiais para uma prova pela primeira vez no Circuito CAIXA, experiência que deve ser a primeira de muitas.

O Circuito CAIXA é uma realização da HT Sports, com patrocínio da CAIXA Econômica Federal e co-patrocínio da Centauro, com apoio do Governo Federal, Indaiá e Nutry. A etapa de Uberlândia teve a supervisão técnica da Federação Mineira de Atletismo.

 

Confiram fotos da etapa noturna do Circuito Caixa em Uberlândia / MG:

   

   

 

TOP10 Masculino – Uberlândia / MG:

1) Damião Ancelmo de Souza – 30min35
2) Valdir Sergio de Oliveira – 30min53
3) Antonio Wilson Sousa Lima – 30min56
4) Flávio Henrique Guimarães Andrade – 31min04
5) Marcos Vinícius Coelho Ferreira – 31min11
6) Elijah Chebonei – 31min28
7) Paulo Alves dos Santos -31min40
8) Carlos de Oliveira Santos – 31min58
9) Jose Alves da Silva Junior – 21min33
10) Domingos Nonato da Silva – 32min36

 

TOP10 Feminino – Uberlândia / MG:

1) Simone Ponte Ferraz – 35min48
2) Erika Oliveira Lima Dolbert Machado – 36min43
3) Caroline Jepkemei Kimosop – 37min16
4) Andreia de Lima – 37min35
5) Fabiana Cristine da Silva – 37min47
6) Cruz Nonata da Silva – 38min06
7) Jaciane Barroso Araújo de Jesus – 38min10
8) Thaynara Alves Pedroso – 38min30
9) Patrícia Miranda Rodrigues Ribeiro Martins – 38min40
10) Lidiane Batista dos Santos Bernardo – 38min52

 

Próximas etapas do Circuito de Corridas CAIXA 2018:

1ª etapa – 13/05 – Belo Horizonte
2ª etapa – 19/05 – Uberlândia
3ª etapa – 03/06 – Goiânia
4ª etapa – 10/06 – Salvador
5ª etapa – 01/07 – Campo Grande
6ª etapa – 29/07 – Recife
7ª etapa – 05/08 – Fortaleza
8ª etapa – 26/08 – Porto Alegre
9ª etapa – 16/09 – Ribeirão Preto
10ª etapa – 14/10 – Curitiba
11ª etapa – 21/10 – São Paulo
12ª etapa – 25/11 – Brasília

 

 

Recomendado para você