Cotidiano e Fé

Atitude 434

Todos os dias e em todos os momentos somos confrontados com opções entre o certo e o errado, entre o prazer e a obrigação, entre o lícito e o ilícito. Nossa constituição emocional, nosso caráter, nossas experiências, nossos valores, nossos princípios morais e éticos vão determinando quais “escolhas” fazemos na caminhada da vida.

Nosso corpo, além dos instintos naturais, como fome, sede e cansaço, age e reage aos estímulos de prazer emocional, físico e sexual. Funções dadas pelo Criador e desordenadas pelo ser humano, que insiste em declarar que tais instintos são indomáveis.

Seres humanos desconectados do Criador olham de forma estranha e repugnante a vontade divina. Diante de seus instintos corrompidos ela parece tirana e ultrapassada. Não poderiam ver diferente, pois estão cegamente comprometidos  com o desvairado prazer pessoal, deixando de lado o uso natural da vontade de Deus. (Romanos 1:21-31).

O nível de contentamento e de prazer sexual foi rebaixado ao patamar da conveniência e do desespero de quem corre para o lixo ao invés de sentar-se à mesa farta de comida limpa e saudável. Em nome da liberdade, transformaram pessoas em objetos, nudez pública em moeda desvalorizada, lares em garagem de motéis e infância em objetos de cobiça.

Atitude 434 é um movimento de pureza sexual que visa resgatar a ideia original do sexo: relação de prazer vivida dentro de uma aliança de amor entre um homem e uma mulher, celebrada como pacto inquebrável diante de Deus e dos homens.

Atitude 434 é um pacto individual feito com Deus e com a sua Igreja de, diariamente, fugir da imoralidade sexual, dar dignidade ao corpo e não ser dominado pelo desejo. Este pacto é resultado de uma ação de Deus convidando seu povo a quebrar vícios, compulsões, disfunções sexuais e se submeter a Ele numa aliança de pureza sexual.

Convido você a viver e estabelecer na Igreja e na sociedade os dois pilares de sustentação na luta pela pureza sexual: Casamento, com fidelidade total ao cônjuge e Abstinência sexual até que seja selado o pacto matrimonial. (Hebreus 13:4).

Juntos e individualmente vamos declarar a Palavra de Deus como base do movimento Atitude 434: “Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade sexual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo; não sendo dominado pelo desejo. Deus espera de mim dedicação radical.” (1 Tessalonicenses 4.3-4)