Cotidiano e Fé

Os doze mandamentos diários

Quem participa de grupos de autoajuda ou de 12 Passos conhece bem as expressões “um dia de cada vez” e “só por hoje”. E aprende que nada mais pode fazer ou deixar de fazer no “ontem”, pois este já se foi, e nada pode fazer no “amanhã”, pois este ainda não chegou.

Assim, só temos o dia de hoje para intervir em nossas vidas, eliminando os fundamentos disfuncionais e construindo novas bases para uma vida melhor. Então, é a partir do presente que construímos nosso futuro.

Ao ler Faça o Hoje Valer a Pena, livro de John C. Maxwell, encontrei o que ele chama de “Os Doze Mandamentos Diários” – uma lista de áreas que o autor considera críticas para uma vida bem sucedida. Compartilho com vocês um resumo.

1. Atitude: escolha e demonstre a atitude correta diariamente.

2. Saúde: conheça e siga orientações de saúde diariamente.

3. Prioridades: determine e aja diariamente de acordo com as suas prioridades.

4. Família: comunique-se e importe-se com sua família diariamente.

5. Pensamento: pratique e desenvolva bons pensamentos diariamente.

6. Comprometimento: faça e mantenha propósitos adequados diariamente.

7. Finanças: ganhe dinheiro e administre-o de forma adequada diariamente.

8. Fé: aprofunde e viva sua fé diariamente.

9. Relacionamento: inicie e invista em relações sólidas diariamente.

10. Generosidade: planeje agir e, de fato, aja com generosidade diariamente.

11. Valores: abrace e pratique bons valores diariamente.

12. Crescimento: busque e experimente o aperfeiçoamento pessoal.

Faça como Maxwell, plante sementes boas no seu “hoje” para que você possa colher bons frutos  quando seu “amanhã” se transformar em “hoje”.

“O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá. Se plantar no terreno da sua natureza humana, desse terreno colherá a morte. Porém, se plantar no terreno do Espírito de Deus, desse terreno colherá a vida eterna. Não nos cansemos de fazer o bem. Pois, se não desanimarmos, chegará o tempo certo em que faremos a colheita.” (Gálatas 6:7-9, Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

O que você está plantando HOJE?

 

Por Síria Giovenardi