Cotidiano e Fé

Meu cais

72 4

Um cais é extremamente necessário para qualquer embarcação. Sua estrutura é composta por muralha de alvenaria ou pedras, que são levantadas ao longo de um curso de água para firmar as margens e impedir transbordamentos. O intuito é facilitar o acostamento de barcos, para carga e descarga, embarque e desembarque de maneira segura.

Se tiver dúvidas sobre a importância de um porto seguro, pergunte ao comandante de um navio à deriva.

Assim, somos nós: necessitamos de abrigo para atracarmos com proteção, cientes de que ali podemos nos sentir seguros.

Nos dias atuais, às vezes é difícil encontrarmos esse anteparo em outras pessoas, nos bens materiais, na realização profissional etc., afinal os relacionamentos, em grande parte, são superficiais, construídos sobre base frágil, e o material enferruja e sai de moda.

Que isso não cause desânimo, pois, na contramão, há esperança para atracarmos com segurança, mesmo havendo um vendaval de situações adversas que tiram a paz de um bom marinheiro.

Jesus nos ensina a navegar em águas turvas e agitadas com outra visão, com confiança, através do episódio bíblico onde Ele acalmou uma forte tempestade com poucas palavras, porém, fortes e poderosas: “- E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança.” (Marcos 4:39).

No entanto, não queremos ignorar as fragilidades e o medo que permeia esse oceano chamado vida, onde almas heterogêneas agem à sua maneira, tentando entender e conviver com um turbilhão de emoções, vagando entre a realidade e a ilusão, buscando atracar em porto seguro, dia sim, dia não.

Não é fácil lidar com as tormentas. Dá medo, sim. Causa pavor. Deus sabe disso! Foi Ele quem nos criou e tem ciência das nossas limitações. Como diz o salmista: “– Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me e conhece as minhas inquietações.” (Salmos 139:23).

Se você escolher não ficar à deriva e atracar em Jesus e em Suas verdades, certamente experimentará todas as circunstâncias de uma forma vitoriosa, resultando em triunfo, conforme registra o profeta Naum: “– O Senhor é bom, um refúgio em tempos de angústia. Ele protege os que nele confiam.” (Naum 1:7).

Não vale ficar sozinho, pois barco solto é perigoso!

Fite os seus olhos no Senhor! Corra para os braços dele! Ele é seu lugar seguro!

Como diz a canção antiga da Harpa Cristã:

[…]

Solta o cabo da nau

Toma os remos nas mãos

E navega com fé em jesus

E, então, tu verás que bonança se faz

Pois com ele seguro serás […]