DEIXA EU TE CONTAR

Halloween: conheça a origem desta data

O Halloween, ou Dia das Bruxas, é comemorado anualmente no mês de Outubro, especificamente no dia 31. É uma celebração popular de culto aos mortos que traz temáticas bem sombrias. E, uma data perfeita para o mercado!

A cultura de celebrar o Halloween é muito forte em países de língua anglo-saxônica, principalmente nos Estados Unidos.

Com o tempo, o feriado ganhou popularidade e hoje é comemorado, mesmo que em escala menor, em grande parte do mundo.

Essa tradição do Dia das Bruxas foi levada pelos irlandeses aos Estados Unidos, onde a data é considerada feriado.

Origem do Halloween

A origem da festa do Halloween possui uma trajetória bem extensa, visto ser praticada há mais de 3 mil anos. Segundo a história, surgiu com os celtas, povo que era politeísta e acreditava em diversos deuses relacionados com os animais e as forças da natureza.

Os celtas celebravam o festival de Samhain, que tinha a duração de 3 dias, e o início era dia 31 de outubro.

Nela, além de se comemorar o fim do verão, também se comemorava a passagem do ano celta. Data que tinha início no dia 1 de novembro.

Se acreditava que nesse dia os mortos se levantavam e se tomavam posse dos corpos dos vivos. Daí se deu a tradição de usar fantasias, a festa era repleta de artefatos sombrios com o intuito principal de se defenderem desses “maus espíritos”.

Halloween / Foto: Pixabay

Um tempo depois, durante a Idade Média, a Igreja começou a condenar o evento. E, foi como surgiu o nome “Dia das Bruxas”.

De acordo com a história, durante o Medievo, os curandeiros ou rezadeiras eram considerados bruxos e bruxas e, por se posicionarem contra os dogmas da Igreja. Os mesmos eram queimados em uma fogueira.

E, na tentativa de afastar o caráter “pagão” da festa, a igreja realizou alterações no calendário, de modo que o Dia de Todos os Santos passou a ser comemorado no dia 1 de novembro, o que antes acontecia no dia 13 de maio.

Então, daí se formou o nome Halloween decorra da junção das palavras hallow, que significa “santo”, e eve, que significa “véspera”.

E, com a colonização das terras americanas, a tradição foi incluída na cultura da América, especialmente nos Estados Unidos.

Halloween nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, a tradição desta data é muito forte. Foi levada por imigrantes irlandeses no século XIX. E desde então, a festa faz bastante sucesso no País.

Na celebração as crianças usam fantasias e saem batendo nas portas das casas dizendo a tradicional frase: “doce ou travessura?”. A brincadeira acontece para conseguir doces, supondo cometer travessura a quem negar as balas.

Halloween nos Estados Unidos / Foto: Pixabay

Os moradores deixam as casas e as ruas decoradas com temas sombrios (bruxas, caveiras, múmias, vampiros, fantasmas, etc.).

Uma das marcas mais emblemáticas da festa são as grandes abóboras com rosto e com velas dentro.

Atualmente, a comemoração possui um grande valor comercial e a data é feriado no País. Além dos Estados Unidos, a festa foi difundida por diversos países do mundo, tendo forte tradição no Canadá e no Reino Unido.

Halloween no Brasil

No Brasil, ainda que não tenha uma tradição tão grande com a comemoração, existem muitas festas temáticas que ocorrem no dia 31 de outubro atualmente. O que faz movimentar bastante a economia do país.

E a comemoração ocorreu por influência estadunidense sendo, portanto, uma comemoração recente no país. No entanto, ainda não é comparada com as festividades que se realizam nos Estados Unidos.

Antes não era comemorada, mas desde há 20 anos tem se tornando tradição.

E um dos maiores proporcionadores dessa cultura no Brasil, foram os cursos de idiomas. Por que, em muitas escolas de línguas se comemora com os alunos a data relacionada com a cultura inglesa e estadunidense.

Halloween no Brasil / Foto: Pixabay

 

Recomendado para você