Discografia

Barulhinho que faz bem

Na história da música, alguns nomes acabam se tornando marcos referenciais. Pela força ou pela qualidade do trabalho, eles viram modelos e são copiados à exaustão. Marisa Monte faz parte desse grupo. Carioca que jogou seus estudos de música erudita sobre um repertório popular, ela é o nome mais bem sucedido entre as “cantoras ecléticas” surgidas da década de 1990.

Dona de um registro vocal seguro, agudo e afinado, ela se lançou em 1989 com um repertório aberto, que ia da elegância dos irmãos Gershwin à barulheira dos Titãs, passando ainda por Carmen Miranda e Marvin Gaye. Dois anos depois, se mostrou uma compositora inspirada, principalmente quando o assunto são as baladas radiofônicas. Longe do pop raso, ela soube levar sua boa música a todos os lugares e classes sociais e não tardou a se tornar um dos nomes mais fortes da canção brasileira moderna. Se não, quem mais faria uma legião de adolescentes decorar a enorme letra de Rosa, do mestre Pixinguinha?

Eis que em 2011 Marisa volta com um novo disco, o oitavo de sua carreira. O que você quer saber de verdade já vem sendo alardeado há alguns meses a aguardado ansiosamente pelos fãs. Para diminuir a expectativa, a carioca vem, desde 18 de agosto, postando informações mínimas sobre o novo trabalho em seu site oficial. A primeira canção veio quase um mês depois. Fruto da parceria de Marisa e Arnaldo Antunes, Ainda bem apresenta de cara o D.N.A. apaixonado da cantora. Com a participação de músicos da Nação Zumbi e do grupo argentino Bajofondo, a canção ganhou um clip elegante e minimalista onde a cantora dança com o lutador paulista Anderson Silva.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=t7M89YJAPhM&feature=related[/youtube]

Na última quinta-feira, a canção que dá nome ao disco foi a segunda a ser liberada, dessa vez inclusive para download gratuito. O que você quer saber de verdade foi pescada do disco Qualquer, de Arnaldo, coautor da canção junto com Marisa e Carlinhos Brown. Aliás, a parceria dos Tribalistas continua tão firme quanto em 2003, quando lançaram um disco coletivo. Nove das 14 faixas do disco conta com pelo menos um dos nomes do grupo. Dadi Carvalho, por exemplo, divide duas composições com Marisa (Amar alguém e Bem aqui), enquanto seu filho, André Carvalho, compõe uma (Nada tudo).

No entanto, nem só de tribalismo é feito este novo disco de Marisa Monte. Um dos ídolos da cantora, Jorge Ben Jor comparece com Descalço no parque, do seminal Ben é samba bom (1964). Já O que se quer é a primeira parceria com o hermano Rodrigo Amarante, que também é convidado para um dueto com a anfitriã. Para reforçar a fama de eclética, Marisa Monte sempre foi mestre em jogar luzes sobre canções e artistas esquecidos. Foi assim que ela refrescou a memória brasileira para a obra dos Novos Baianos, em 1996. Agora chegou a vez de Lencinho querido, gravado em 1957 por Dalva de Oliveira. Composto como El pañuelito, por Juan de Dios Filiberto e Gabino Coria Peñaloza, o tango ganhou versão na época de Maugeri Neto.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=v1sigYjNQFA[/youtube]

Assim como as gravações viajaram para Rio de Janeiro, Los Angeles, Nova York e Buenos Aires, O que você quer saber de verdade será lançado hoje simultaneamente em 28 países. A partir das 9h, todas as faixas também vão estar disponíveis para audição no site oficial da cantora, junto com vídeos inéditos e entrevistas. Nada foi dito ainda em relação à turnê, mas é certo que algo de especial já está sendo pensado. Afinal, com todo respeito aos seus discos, é mesmo no palco que ela reina absoluta.

Faixas:

1. O Que Você Quer Saber de Verdade (Arnaldo Antunes/ Carlinhos Brown/ Marisa Monte)

2. Descalço no Parque (Jorge Ben Jor)

3. Depois (Arnaldo Antunes/ Carlinhos Brown/ Marisa Monte)

4. Amar Alguém (Dadi/ Marisa Monte)

5. O Que Se Quer (Marisa Monte/ Rodrigo Amarante) com Rodrigo Amarante

6. Nada Tudo (André Carvalho)

7. Verdade, Uma Ilusão (Arnaldo Antunes/ Carlinhos Brown/ Marisa Monte)

8. Lencinho Querido (El Pañuelito) (Juan de Dios Filiberto/ Gabino Coria Peñaloza/

Versão: Maugeri Neto)

9. Ainda Bem (Marisa Monte/ Arnaldo Antunes)

10. Aquela Velha Canção

11. Era Óbvio (Arnaldo Antunes/ Marisa Monte)

12. Hoje Eu Não Saio Não (Arnaldo Antunes/ Betão/ Chico Salém/ Marcelo Jeneci)

13. Seja Feliz (Arnaldo Antunes/ Marisa Monte)

14. Bem Aqui (Arnaldo Antunes/ Dadi)’