Discografia

Gringo com alma brasileira

Por Thiago de Sousa (thiagosousa@opovo.com.br)

No último sábado, 21, no Mucuripe Club, as paredes estremeceram novamente. O rapper americano de ascendência cubana com espírito de brasileiro, Pitbull, colocou todo mundo para remexer ao som do melhor ritmo latino. A noite não poderia começar diferente, uma fila quilométrica se formava em torno do “caldeirão”. Jéssica, 16 anos, estudante de Direito, foi a primeira da fila, chegou bem cedo e disse que fez esse esforço para ver bem de perto os movimentos do rapper, que ela logo revela ser bem “caliente”. Jauka, 51, engenheiro, diz que começou a ouvir as músicas do rapper por intermédio do seu filho. “Meu filho passou a paixão dele para mim, e hoje estou aqui para ver ao vivo o Pitbull. Para mim, ele é um artista genial”, disse.

Pitbull subiu ao palco na madrugada do domingo, 22, exatamente à 1h40 da manhã, cantando o seu hit Hey Baby. O público ficou enlouquecido com a voz e o rebolado envolvente do cantor. A cada música o rapper surpreendia a galera com seu requebrado latino. No repertório, suas músicas de sucesso: Calle Ocho (I Know You Want Me), Hotel Room Service, Bon Bon, On The Floor, sua parceria com Jennifer Lopez, e outras melodias latinas colocaram o público para requebrar, literalmente. O público arrepiou quando Pitbull cantou o conhecido refrão da música Ai Se Eu Te Pego.

 

Em entrevista coletiva, antes da apresentação, Pitbull falou de sua relação com Michel Teló: “Ele é um rapaz de bom coração. Tenho muita admiração pelo seu enorme caráter”, disse. Ao longo da apresentação, Pitbull falava um pouco sobre sua história de vida e agradecia ao publico que ele diz ser o maior responsável pelo seu sucesso. Como ele mesmo explica o sentido do seu nome: “O cão morde para se defender. O cão é demasiado estúpido para perder. Eles são, basicamente, tudo o que eu sou. Foi uma luta constante”. Quando perguntado qual palavra ele definiria o Brasil, Pitbull é rápido: “Orgulho. Admiro muito o orgulho de ser brasileiro que todo este País tem. Um povo que transmite uma emoção e uma energia muito boa”, disse.

Na noite do Mucuripe Club o rapper apresentou aos fãs o seu novo trabalho, lançado ainda no fim de 2011, o álbum Planet Pit. Neste álbum, Pitbull traz partes de sua vida, dia a dia e experiências vividas em todo o mundo. O disco está entre os mais vendidos nos Estados Unidos. Para finalizar sua mega apresentação, Pitbull fez todos cantarem junto o seu grande sucesso Give Me Everything, produzido em parceria com o também rapper Ne-Yo, e o Dj Holandês, Afrojack. O show terminou por volta das três da manhã ao som de muitas “Gracias”. O DJ Pedro Garcia tomou conta do resto da madrugada e comandou as pickups até o nascer do sol.