Discografia

Depois de oito anos, chega às lojas o encontro de Caetano Veloso e David Byrne

Ex-mentor do Talking Heads, David Byrne é o escocês mais brasileiro que existe. Merece este título por que é um fã incondicional e constante colaborador da música música brasileira. Pra quem não sabe, foi puxado pela mão dele que artistas brasileiros, como o baiano Tom Zé, voltaram ao mercado depois de anos de ostracismo. E, claro, no seu hall de amizade não poderia faltar outro bom baiano, o Caetano Veloso. Pra quem não lembra, em 2004, eles até se apresentaram juntos no palco do Video Music Brasil, premiação de clipes da MTV. De violões em punho, a dupla subiu ao palco, sob microfonias, problemas técnicos e reclamações de Caetano, para uma interpretação arrepiante de Nothing but flowers, tirada do repertório dos Talking Heads (também gravada na trilha sonora do filme Meu tio matou um cara). Naquele mesmo ano, a dupla ainda subiria ao palco do Carnegie Hall para uma apresentação intimista, contando apenas com o apoio do violoncelo de Jaques Morelenbaum e a percussão de Mauro Refosco. Oito anos depois, o show de Caetano e Byrne chega às lojas numa edição econômica da Universal Music. Ao longo das 18 faixas de Live at Carnegie Hall, eles bicam o repertório um do outro e se mostram íntimos. Vai de Um canto de afoxé para o bloco do Ilê a Life during wartime. Única parceria deles, também comparece no disco Dreamworld: Marco de Canaveses, canção lançada na coleção Red Hot +. Veja o repertório completo do disco:

1. Desde Que o Samba é Samba
2. Você é Linda
3. Sampa
4. O Leãozinho
5. Coração Vagabundo
6. Manhatã
7. The Revolution
8. Everyone’s in Love with You
9. And She Was
10. She Only Sleeps
11. Life during Wartime
12. God’s Child
13. Road to Nowhere
14. Dreamworld: Marco de Canaveses
15. Um Canto de Afoxé para o Bloco do Iiê
16. (Nothing but) Flowers
17. Terra
18. Heaven