Discografia

Norah Jones e Billie Joe Armstrong se encontram em Foreverly

Norah Jones y Billie Joe Armstrong - ForeverlyNos idos dos anos 1950, os irmãos Don e Phil Everly marcaram as paradas de sucesso com uma combinação de violões doces, vocais harmônicos e levadas country. O jeito aparentemente inocente serviu como influência para ídolos como Beatles, Elvis e Beach Boys, que, curiosamente, chegariam na década seguinte desbancando o estilo rancheiro da dupla com outro tipo de som. No entanto, os Everly Brothers já haviam cravado seu nome na história e, entre idas e vindas, permaneceram na ativa até a morte de Phil, em janeiro deste ano.

Uma prova da importância dos Everly Brothers está em Foreverly, incensado tributo feito do encontro inusitado de Billie Joe Armstrong com Norah Jones. Ele é vocalista da banda punk Green Day e responsável por 70% da surpresa do projeto. Ela, uma das mais bem sucedidas cantoras de jazz da atualidade, mas que nunca escondeu seu amor pelo country (além de já ter passeado por outras searas mais pop). Juntos, eles recriam faixa-a-faixa o disco Songs our daddy taught us, lançado pelos Everly em 1958.

O original é uma seleção de canções tradicionais interpretadas somente com vozes, violões e um baixo acústico aqui e acolá. Em Foreverly, Norah e Billie acrescentam piano, percussão, guitarra e outros elementos. No entanto, nada tira as intenções originais das canções. A combinação de vozes transpira o cheiro de mato molhado, de interior. Mesmo com Norah Jones estando em casa ao abordar esse repertório, isso não ofusca a leveza e Armstrong ao cantar de forma bem menos densa que na sua banda.

Para quem tem resistência com o country, talvez Foreverly precise de mais algumas audições até que pegue de verdade. Isso por que, mesmo com o acréscimo de instrumentos, não foi intenção da dupla se afastar por completo do estilo original dos Everly Brothers. Gravado em apenas nove dias e sem previsão de ir para a estrada, Foreverly é somente uma declaração de admiração de dois fãs, que o fizeram com o máximo possível de sinceridade.

Veja as faixas de Foreverly:
1. Roving gambler (traditional)
2. Long time gone (Frank Hartford/ Tex Ritter/ traditional)
3. Lightning express (Bradley Kincaid)
4. Silver haired daddy of mine (Gene Autry/ Jimmy Long)
5. Down in the willow garden (Charlie Monroe/ traditional)
6. Who’s gonna shoe your pretty little feet? (traditional)
7. Oh So many years (Frankie Bailes)
8. Barbara Allen (traditional/ Susan Urban)
9. Rockin’ Alone (In an old rockin’ chair) (Bob Miller)
10. I’m here to get my baby out of jail (Karl Davis/ Harty Taylor)
11. Kentucky (Karl Davis)
12. Put my little shoes away (Samuel N. Mitchell/ Charles E. Pratt)