Discografia

Estreia de Carlos Santana é relançada em edição comemorativa

10-SantanaHá 45 anos, subiu no mítico palco do Festival de Woodstock um guitarrista magrinho, de cabelos, barba desgrenhados e dono de um dedilhado, no mínimo, mágico. Ninguém conhecia, até então, o nome de Carlos Alberto Santana Barragán, que batizou sua banda (e também adotou como nome artístico) como Santana. O filme que imortalizou aquele marco da era hippie imortalizou também  o mambo elétrico Soul sacrifice, uma pérola instrumental obrigatória para os fãs de rock, jazz, música latina ou qualquer outro estilo. A música foi lançada naquele mesmo ano no disco inaugural do mexicano, lançado pela Columbia.

Genial da capa (uma belíssima ilustração cheia de detalhes a serem descobertos) aos arranjos (balançados, modernos, furiosos, precisos), Santana, o disco, é das mais certeiras cartas de apresentação do mundo da música e acaba de ganhar uma edição especial de aniversário. Convertido num álbum duplo, Santana – Legacy Edition (Sony) traz as nove faixas originais remasterizadas mais 16 brindes, entre versões ao vivo e outras raridades produzidas por David Rubinson. Claro que o Festival de Woodstock não é esquecido e três faixas – inclusive Soul sacrifice – são tiradas dele. Inclusive, vale lembrar que, em 2009, a Sony Music comemorou os 40 anos do Festival lançando a íntegra de alguns shows, inclusive o de Santana. Vale procurar também.

Veja as faixas de Santana – Legacy Edition:
Disco 1
1. Waiting
2. Evil ways
3. Shades of time
4. Savor (album version)
5. Jingo
6. Persuasion (album version)
7. Treat
8. You just don’t care (album version)
9. Soul sacrifice
10. Savor (alternate take #2)
11. Soul sacrifice (alternate take 4)
12. Studio Jam (album version)

Disco 2
1. Fried neckbones
2. Soul Sacrifice
3. Persuasion
4. Treat
5. Shades of time
6. Jingo
7. Waiting (live)
8. You just don’t care (ao vivo no Woodstock, 1969)
9. Savor (live)
10. Jingo (ao vivo no Woodstock, 1969)
11. Persuasion (live)
12. Soul Sacrifice (ao vivo no Woodstock, 1969)
13. Fried neckbones (live)