Discografia

Playing For Change se apresenta hoje em Fortaleza

PFCBand_Novi Sad_026Em 2002, o engenheiro de som e produtor Mark Johnson se reuniu com a também produtora americana Whitney Kroenke, ambos norte-americanos, para botar em prática uma ideia: conectar pessoas do mundo inteiro em busca de um bem comum. A liga escolhida para aproximar tanta gente foi a música e, assim, nasceu o projeto multimídia Playing For Change.

Colocando estrelas internacionais, como o guitarrista Keith Richards (Rolling Stones), no mesmo patamar de cantores de rua, o PFC gravou discos e vídeos, fundou um site e se espalhou pelo planeta. Outro produto dessas conexões é a turnê que chega hoje a Fortaleza, trazendo 12 músicos vindos de países e realidades diferentes, como Congo, Holanda, Itália e Cuba.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=GJtq6OmD-_Y[/youtube]

O show que será apresentado esta noite no Iate Clube traz as canções dos três discos de estúdio lançados pelo grupo. A temática pacifista é uma constante no repertório de pérolas One love (Bob Marley), Gimme shelter (Beatles) e Stand by me (Ben E. King). Esta última foi o primeiro grande sucesso do coletivo e rendeu um vídeo visto por milhões de pessoas no planeta.

“A música é a melhor ferramenta para nos unir e curar países, culturas e corações”, avalia Mark Johnson em entrevista por email. Ele lembra que o PFC começou com um homem tocando “Stand by me” na rua e hoje é um grupo de ações que chega ao mundo inteiro. Uma dessas ações é a criação de escolas de música em diversos países, inclusive o Brasil. “Estamos trabalhando na nossa primeira escola brasileira, localizada em Curitiba (PR). Adoraríamos conhecer as pessoas de Fortaleza e construir relações, para um dia ter nosso programa de música lá também”, adianta.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Us-TVg40ExM[/youtube]

Nesses 12 anos de PFC, mais de 185 artistas já participaram dos projetos. Entre eles está Grandpa Elliott, cantor, violonista e gaitista que se apresentava nas ruas de Nova Orleans e tornou-se um símbolo dessa caminhada. “A lição mais importante que aprendi com o PFC é que não importa a quantidade de coisas que nos divide. Elas não são tão fortes quanto o poder da música de nos aproximar. Com a música, nossas diferenças tornam-se nossos pontos fortes e nos tornamos capazes de criar o mundo que queremos para viver e de ser a mudança que queremos ver”.

Serviço
Playing For Change – Songs around the world
Quando: nesta sexta-feira (24), às 23h
Onde: Iate Clube (Av. Abolição, 4813 – Mucuripe)
Quanto: R$ 110 (mesa premium – não sócio), R$ 90 (mesa premium – sócio), R$ 100 (mesa ouro – inteira) e R$ 50 (mesa ouro – meia). À venda no Iate Clube e no site
Outras informações: 3263.1744