Discografia

O Terno apresenta novo disco no Amici’s

o terno_crédito Irmãs Fridman_bxEm 2012, O Terno causou alvoroço na cena indie com o disco 66. A psicodelia bem humorada das composições de Tim Bernardes chamou a atenção do público e da crítica, que alçaram a banda paulista ao posto de destaque do ano. O sucessor de 66, batizado com o nome do trio, veio dois anos depois mantendo o pique da estreia. Para coroar o mérito da arrancada, o disco O Terno e sua faixa O cinza foram apontados entre os melhores de 2014 pela revista Rolling Stone.

É com essa bola cheia que O Terno se apresenta pela primeira vez em Fortaleza neste domingo, dentro da programação do Show das Cinco. Depois de tocar em Maceió (AL), Aracaju (SE), Recife (PE) e João Pessoa (PB), o show que acontece no Amici’s encerra a primeira passagem do grupo pelo Nordeste. Formado por Tim (guitarra, voz, piano), Guilherme D’Almeida (baixo) e Victor Chaves (bateria), a banda ainda divide a noite com os cearenses Navarros e Moço Velho.

o-terno-2014Por telefone, Tim Bernardes confessa que nem sabe o que esperar do show em Fortaleza. “Vai ser baseado no disco novo, mas tem músicas do primeiro e coisas lançadas em EP. A gente sempre varia de acordo com o local. Quando é sentado, fazemos as mais calmas. Se for em pé, vão as mais agitadas”, detalha lembrando que, há tempos, tentam engatar shows por aqui, mas os custos tornavam a empreitada impossível. A oportunidade veio com o convite para o festival pernambucano Porto Musical. “Aproveitamos para marcar o entorno”, acrescenta.

A história dO Terno começa três anos antes do lançamento de 66, quando o trio formado por amigos de colégio fazia covers de Kinks e Mutantes, além de acompanhar o compositor Maurício Pereira, pai de Tim, no palco. Como forma de registrar esse primeiro momento, o trabalho de estreia reuniu composições próprias com versões dos Mulheres Negras, duo formado por Maurício com André Abujamra. Se o primeiro tomou apenas dois dias de gravação, para o segundo disco o trio precisou de 20 dias até que fossem aprimoradas as ideias sonoras de um trabalho, agora, 100% autoral.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=YF261dUvya0[/youtube]

Para Tim Bernardes, estar entre os melhores de 2014 “é um argumento a mais” na hora de fechar contratos e colocar seu rock’n’roll na estrada. “É super legal por que você faz um trabalho que acredita e gosta, mas não tem certeza se ta curtindo sozinho ou se as pessoas também estão curtindo”, comemora. Essa certeza também pode ser confirmada no segundo disco, financiado pelos fãs através da plataforma Catarse. A busca pelo financiamento do disco, inclusive, gerou um dos capítulos mais hilários da banda. Para a campanha de “sensibilização” em prol do trabalho, O Terno protagonizou um falso documentário onde lendas como Eric Clapton e George Harrison comentam o quanto os paulistas foram importantes na sua formação. “Foi tanto uma viagem de divulgação do projeto, quanto um momento falando sobre a dificuldade de lançar um trabalho autoral. Foi uma brincadeira”, resume.

Serviço:
Show das Cinco apresenta O Terno
Quando: domingo (8), às 17h
Onde: Amici’s (Rua Dragão do Mar, 80 – Praia de Iracema)
Quanto: R$ 30. À venda na Desafinado (Av. Dom Luis, 655 – Aldeota) e Full Vinyl Home (Rua Barbosa de Freitas, 1066 – Aldeota)
Outras informações: 3219.5454