Discografia

Para sofrer e cantar junto do Leite de Rosas

Banda Leite de Rosas & Os Alfazemas. (Foto: Divulgação/Divulgação)

Se seu relacionamento não anda bem ou acabou há pouco tempo, a noite deste sábado é dedicada especialmente a você. A festa Bagaceira, que acontecia no Acervo Imaginário, estreia no Órbita com uma programação voltada para aqueles que andam sofrendo por amor. Na programação, um repertório que fala direto ao coração, em qualquer ritmo, do brega mais sofrido ao forró mais apaixonado. Além da música, brincadeiras e rodadas de cachaça ao lado do Bode Osmar.

Mesmo de casa nova, o anfitrião da festa Bagaceira continua o mesmo. Trata-se da banda Leite de Rosas e os Alfazemas, que aproveita a noite de amanhã para comemorar seus cinco anos de carreira. Fundada em 2010, a ideia era arranjar um pretexto para encontrar amigos, beber e conhecer mulheres. No entanto, depois de algumas apresentações, a farra virou coisa séria. Nesse período, foi um entra e sai de músicos constante, até que ficaram Adriano Uchôa (voz), Victor Tautau (guitarra), Marcelo Almeida (teclado), Alex Limão (baixo) e João Vital (bateria).

Com essa formação, o Leite de Rosas e os Alfazemas mantém uma média de 10 shows por mês e acaba de lançar o Cabaré da saudade, primeiro DVD da carreira, que contou com participações de Marcos Lessa e Aldo Sena e direção de Halder Gomes (Cine Holliúdy). Apesar de eles levarem a banda muito a sério, no palco, a fuleragem é que manda. “Nós já tocamos em quase todos os grandes festivais, mas sem perder o clima intimista com o público. Isso é difícil, conquistar um público tão fiel e família quanto o nosso”, comenta Adriano Uchôa, adiantando que banda já se planeja para vôos mais altos.

Entre os planos que o Leite de Rosas vem fazendo está o de passar uma temporada em São Paulo a partir do próximo ano. Já convidados para fazer a trilha do próximo filme de Halder Gomes (Shaolin do sertão), eles pretendem antes circular pelo Sudeste e lançar uma nova tiragem do Cabaré da saudade. “Foi um trabalho feito sem patrocínio nenhum. Mas, quem está vendo, percebe que foi cuidado de uma ponta a outra. E está sendo super positivo o retorno”, comemora o vocalista.

Serviço:
Festa A Bagaceira
Quando: amanhã, 12, às 21h
Onde: Órbita (R. Dragão do Mar, 207 – Praia de Iracema)
Quanto: R$ 30
Telefone: 3453 1421