Discografia

Fortaleza, do Cidadão Instigado, é eleito o melhor álbum no Prêmio Multishow

cidadao-instigado-fortaleza

Pesado, cru, lisérgico e com boas inspirações no melhor das bandas dos anos 1970, como Black Sabbath, Led Zeppelin e Pink Floyd. Assim é o álbum Fortaleza, do Cidadão Instigado, eleito o melhor disco do ano na 22ª edição do Prêmio Multishow. A cerimônia aconteceu na noite da terça-feira, 1º, na Arena da Barra, no Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo pelo canal pago e pela internet.

Os vencedores do Prêmio Multishow são divididos entre os eleitos pelo público e os eleitos por dois júris formados por profissionais da música, entre eles, instrumentistas, jornalistas e críticos. Os eleitos pelos júris acabam sendo os prêmios mais cobiçados pelos artistas concorrentes. No caso da banda cearense, a indicação de melhor álbum para Fortaleza foi feita pelo Superjúri, formado por um grupo de 10 profissionais, que também indicou a cantora Ava Rocha como artista Revelação e Tombei, de Karol Conka, para Nova Canção.

O Supérjúri indica seus vencedores depois de um debate transmitido ao vivo. Já o Júri Especializado escolhe os vencedores nas categorias Versão do Ano, Novo Hit, Melhor Clipe e Música Compartilhada. As demais categorias – Cantor, Cantora, Grupo, Música, Show, Experimente e Música Chiclete – são eleitas pelo público em votação pela internet. Na escolha dos fãs, os artistas mais premiados foram Anitta e Luan Santana.

O disco Fortaleza chegou seis anos depois do bem recebido Uhuuu!. Se o álbum anterior lançava um olhar contemporâneo sobre a Jovem Guarda e o brega, o novo trouxe mais peso roqueiro para fazer uma homenagem ao berço do Cidadão Instigado. Formada em meados dos anos 1990, a banda comandada por Fernando Catatau tem quatro discos lançados de forma independente. Radicado em São Paulo, o quinteto é também um nome influente na cena nacional por dividirem trabalhos de músico, compositor e produtor com nomes como Otto, Céu, Arnaldo Antunes e Bárbara Eugênia.