Discografia

Ednardo revisita carreira em box duplo de DVD

EDNARDO FOTO LANCAMENTO 2015No dia 27 de julho de 2013, Ednardo reuniu uma turma de amigos na Praça Verde do Centro Dragão do Mar para comemorar seus 40 anos de carreira. Além dos chegados que estavam no palco, uma multidão de fãs tomou conta do espaço para cantar junto com um rosário de canções que marcaram épocas e lembranças, como Longarinas e A manga rosa. O espetáculo se estendeu por mais de duas horas e agora pode ser relembrado no pacote Ednardo – 40 anos de canções.

O recém lançado box duplo traz a íntegra do show de dois anos atrás e um documentário onde o cearense que completou 70 anos em abril conta sua trajetória. No primeiro, Ednardo mata a saudade daqueles fãs que o acompanham ao longo de tantas décadas. São 30 canções, com direito aos principais sucessos, lados Bs e uma parceria inédita com Zeca Baleiro (Eu tô up to date).

A banda que acompanhou o compositor do Pavão Mysteriozo é um verdadeiro dream team da música instrumental cearense. São eles Mimi Rocha (guitarra), Manassés (violão 12 e cavaquinho), Luis Miguel Caldas (baixo), Zé do Norte (acordeon), Edson Távora (teclado), Carlinhos Patriolino (bandolim e violão), Márcio Resende (metais), Denilson Lopes (bateria), Hoto Junior (percussão) e Nilton Fiore (percussão). Além da banda, o show contou com participações de Chico César, Mona Gadelha, Carol Oliveira, Rodger Rogério e Teti.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=8Wz-NwzhQ1E[/youtube]

A presença desses dois últimos convidados tem um sabor especial. Foi ao lado deles que Ednardo lançou em 1973 o memorável Meu corpo minha embalagem todo gasto na viagem. O álbum, com ares de manifesto, ganhou o apelido de “Pessoal do Ceará”, que também batizou a geração de artistas que se mandou para o Sudeste naquele início de década em busca de mais espaço para sua produção. Ainda carente de uma reedição comemorativa robusta que acompanhe uma revisão histórica, o disco foi sucedido no ano seguinte pelo não menos emblemático O Romance do Pavão Mysteriozo. Com este primeiro trabalho solo, Ednardo tornou-se uma estrela nacional, principalmente depois que a faixa título foi escolhida para a abertura da novela Saramandaia.

Essa história é contada de forma fragmentada no documentário que acompanha Ednardo – 40 anos de canções. Quem narra essa travessia do Nordeste para o Brasil é o próprio Ednardo, costurando entrevistas realizadas ao longo dos anos. Surpreendendo com imagens raras de uma Fortaleza que deixou de existir, autor de Ingazeiras surge nas praias de Fortaleza, na TVC, nos festivais de música e no Fantástico.

Para se ter ideia do que representa este Ednardo – 40 anos de canções basta observar a reação da plateia durante a canção Flora. Um rapaz anos levanta sua coleção de LPs de Ednardo enquanto um senhor, na fila do gargarejo, canta a plenos pulmões. Ao seu lado, numa senhora acompanha a letra de olhos fechados. Todos ali estão costurando lembranças, épocas e sentimentos. Inclusive Ednardo, que faz o lançamento do projeto em Fortaleza no dia 26 de setembro, no Cineteatro São Luiz.

Serviço:
Ednardo – 40 anos de canção
Quando: 26 de setembro, às 20h
Onde: Cineteatro São Luiz (Praça do Ferreira, Centro)
Quanto: R$40 (inteira) e R$20 (meia)

Lista de músicas do DVD:
1. A bomba Z
2. Imã
3. A manga rosa
4. Ingazeiras
5. Varal
6. Flora
7. Aurora
8. Ausência
9. Que tal nós dois por aí?
10. Amor de estalo
11. Alfa beta ação
12. Blues à flor da pele
13. Mote tom e radar
14. Está escrito
15. Pastora do tempo
16. Fênix
17. Serenata para Brazilha
18. É cara de pau
19. Rede renda labirinto – com Rodger e Téti
20. Acreditar – com Mona Gadelha
21. Eu tô up to date – com Carol Oliveira
22. Única pessoa – com Chico César
23. Cauim – com Chico César
24. Longarinas
25. Artigo 26
26. Terral
27. Beira mar
28. Pavão mysteriozo
29. Carneiro
30. Enquanto engoma a calça